Siga o ElizeuPires.com

Twitter Facebook
O prefeito Antonio Marcos fez o desabafo logo após receber a homenagem

O que deveria ter sido uma sessão solene para a entrega da Medalha Poeta Casimiro de Abreu a personalidades que contribuem para o desenvolvimento da cidade acabou servindo para mostrar que os vereadores do bloco de oposição são muito é de fritar bolinho em gordura fria, fugindo da raia na hora do vamos ver. Isso ficou claro quando o prefeito Antonio Marcos Lemos (PSC), um dos homenageados, foi à tribuna para discursar e começou a fazer um desabafo citando os dois membros da casa que se apresentam como opositores ao governo, mas limitam-se ao campo pessoal, falando da vida familiar e religiosa. Os vereadores Bruno Miranda e Rafael Jardim (ambos do PMDB), mostrando despreparo para o desempenho parlamentar, deixaram suas cadeiras e a impressão de que realmente só se pronunciam na ausência do alvo de seus ataques verbais, a imagem de quem cutuca a onça com vara curta e quando essa levanta a cabeça, mete o pé.

TRE não poderia declarar suplente eleito sem cassar diploma de deputada

Quem senta na cadeira, Chiquinho da Mangueira ou Sônia Sthoffel? Essa é a resposta que a Justiça vai ter que dar antes da posse dos deputados estaduais declarados eleitos no Rio de Janeiro, em fevereiro. Os advogados do PRB que, pela retotalização de votos divulgada na tarde de hoje pelo TRE-RJ supostamente perde uma das três cadeiras para a coligação PSDC/PMN, entram nessa sexta-feira contra o procedimento que apontam como, no mínimo, equivocado, pois o primeiro suplente Francisco Manoel de Carvalho, o Chiquinho da Mangueira apareceu nessa recontagem como eleito pela média, a partir da computação dos votos de um candidato do PSDC (em aliança com o PMN), sem que uma decisão específica cassasse o diploma de deputada eleita conferido à Sônia. Os advogados entendem que a retotalização, por si só, não anula a eleição de Sônia.

Gustavo deixa a cadeira para Jairo sentar-se

Oriundo do PSC, o deputado estadual Jairo Souza Santos, o Coronel Jairo, que nas eleições deste ano ficou como terceiro suplente do PMDB, permanecerá na Assembleia Legislativa. Ele ficará com a cadeira do deputado reeleito Gustavo Reis Ferreira, o Gustavo Tutuca, que foi escolhido hoje pelo governador Luiz Fernando Pezão para voltar ao comando da Secretaria de Ciência e Tecnologia. Pezão anunciou também o nome da economista Teresa Consentino para o cargo de secretária de Assistência Social, secretaria que chegou a ser oferecida ao deputado estadual Pedro Fernandes Neto (SD), que abriria vaga na Alerj para o primeiro suplente do Solidariedade, o vereador de Itaguaí Abeilard Goulart Filho.

Uma nova retotalização dos votos para deputado estadual do Rio de Janeiro divulgada agora a pouco pelo TRE, deu a coligação PSDC/PMN uma segunda cadeira na Assembleia Legislativa, tirando dessa forma a terceira cadeira conferida até então ao PRB. Nesse caso Sonia Sthoffel volta à condição de primeira suplente, com o primeiro suplente Francisco Manoel de Carvalho, o Chiquinho da Mangueira (PMN) relacionado agora com eleito. Para conferir a lista basta clicar sobre a palavra em vermelho. Embora eleitos e suplentes já tenham sido diplomados, a relação de deputados estaduais ainda poderá sofrer pelo menos mais uma alteração. A ascensão de Chiquinho se deve à validação dos votos conferidos a André Luiz dos Santos (PSDC), que passou a ser o segundo suplente da aliança PSDC/PMN.