Siga o ElizeuPires.com

Twitter Facebook

Timor resolveu indicar pré-candidato sem mandato para disputar as convenções para a sucessão municipal

Apostando em sua popularidade e nas realizações concluídas em seus quase oito anos de mandato, o prefeito de Japeri, Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor, resolveu inovar: em vez de um detentor de mandato está indicando como pré-candidato à sucessão municipal um nome novo para disputar a convenção que em julho vai definir o candidato a prefeito do governo. O escolhido é o secretário de Governo Fábio Gomes da Silva, o Fabinho do Guandu, que segundo Timor, poderá contar com uma aliança de 12 partidos.

Ele passou em concurso para auxiliar de serviços gerais, mas foi colocado em disponibilidade logo depois de nomeado, em outubro de 2012

A determinação do prefeito Aluizio dos Santos Júnior em chamar de volta ao trabalho servidores efetivos colocados à disposição da Câmara de Vereadores e os que estavam encostados no setor de Recursos Humanos - recebendo sem trabalhar nas funções para as quais foram selecionados - está servindo cada vez mais para colocar sob suspeita o concurso realizado pela Prefeitura de Macaé para cargos de nível fundamental completo e incompleto em 2011. É o caso, por exemplo, do secretário de Turismo do município de Santa Maria Madalena, Clementino da Conceição Filho, que foi aprovado para a função de auxiliar de serviços gerais e deveria estar lotado no Colégio Municipal Professora Elza Ibrahim, mas tão logo nomeado foi colocado à disposição do gabinete do então prefeito Riverton Mussi.

O correto, devido aos seis meses de gestação, seria o sepultamento

Comandada por Mair Araújo Bichara, a Secretaria de Saúde de Mangaratiba ainda não divulgou qualquer providência no sentido de apurar o desaparecimento de um feto de seis meses que, pela legislação, deveria ter sido registrado e sepultado. A administração municipal também não emitiu nenhuma nota até agora para explicar o fato narrado na 165ª DP, onde um boletim de ocorrência foi registrado pela mãe da criança, Bruna Loredo. Ela relatou que o desaparecimento do feto ocorreu no Hospital Municipal Victor de Souza Breves, onde buscou socorro médico depois que um exame de ultrassonografia realizado no último dia 3 mostrou que a criança não tinha batimentos cardíacos.

Aprovados para função de auxiliar de conservação de estradas estavam lotados na Câmara de Vereadores

Mais de três anos após a convocação e a posse dos aprovados no concurso realizado pela Prefeitura de Macaé em 2011 para preencher vagas de nível fundamental completo e incompleto, o processo seletivo voltou a ser questionado. É que alguns classificados para cargos de camareira, auxiliar de conservação de estradas e outros nunca teriam exercido as funções para as quais foram selecionadas nos setores nos quais deveriam ter sido lotados pela administração municipal, pois foram logo colocados à disposição da Câmara de Vereadores. Nesse concurso teve até vereador com patrimônio de mais de R$ 3 milhões declarado à Justiça Eleitoral e curso superior incompleto aprovado para auxiliar de manutenção de estradas, função com salário líquido de R$ 1.090. Trata-se de Francisco Alves Machado Neto, o Chico Machado (classificado para atuar cuidando das vias da localidade de Sana). Ele foi nomeado em julho de 2012, mas depois da repercussão negativa de sua participação no certame desistiu da vaga em setembro do mesmo ano.