Siga o ElizeuPires.com

Twitter Facebook

Devassa na Prefeitura de Itaguaí

O uso de carros de luxo e helicóptero por um prefeito que não declarou nenhum bem chama a atenção das autoridades e revolta os moradores de uma cidade cheia de problemas. Denúncias serão apuradas pelo MP e o TCE

Embora não tenha declarado nenhum bem à Justiça Eleitoral ao registrar sua candidatura em 2012, o prefeito de Itaguaí, Luciano Motta, passou a ostentar bastante desde que assumiu o governo e agora vai ter de se explicar. Em setembro a Polícia Federal apreendeu uma Ferrari amarela avaliada em R$ 1,5 milhão, mas, segundo foi denunciado ao Ministério Público, ele estaria usando ainda uma lancha, uma Land Rover, um Porsche, uma moto BMW e um helicóptero. Essa ostentação toda chama a atenção para uma série de irregularidades na Prefeitura, envolvendo supostas fraudes em processos licitatórios e contratos milionários feitos sem concorrência, inclusive para a locação de máquinas, equipamentos e veículos. Além de inquérito que corre em segredo de justiça na Polícia Federal, Luciano será investigado agora pelo MP e pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ).

Ibope confirma 12 pontos de Pezão sobre Crivella no Rio

Registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número RJ-00073/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR 00073/2014, a nova pesquisa de intenção de votos para o governo do Rio feita pelo Ibope confirma os números divulgados pelo Instituto Datafolha na semana passada: 12 pontos porcentuais. De acordo com a consulta divulgada agora a pouco, considerando apenas os votos válidos o candidato do PMDB, Luiz Fernando Pezão aparece com  56% e postulante do PRB, o bispo da Igreja Universal do Reino de Deus 44%.

Que conta é essa prefeito?

Trabalhador terceirizado da Prefeitura de Silva Jardim custa aos cofres públicos mais que o dobro do que efetivamente recebe no fim do mês

Questionado na Justiça e sob suspeita de irregularidade no processo licitatório, a terceirização de mão de obra feita pela Prefeitura de Silva Jardim através da General Contractor, foi um senhor negócio para a empresa e uma péssima transação para os contribuintes do município, que estão pagando mais que do dobro do que os trabalhadores recebem de salário no final do mês, isso quando recebem em dia, pois o pagamento do salário tem sofrido atraso de até 20 dias. O elizeupires.com teve acesso ao contracheque do mês de abril de um funcionário terceirizado. Ele tem salário base de R$ 740 e, com o desconto para a previdência social recebe R$ 666. Levando em conta o menor salário pago pela administração municipal à empresa por um terceirizado, a General Contractor está lucrando R$ 910,96 sobre esse trabalhador todos os meses.

Guapimirim já começa a pensar em 2016

Eleito em 2012 no que pela legislação eleitoral foi de fato uma reeleição - por ele ter concluído, como vice-prefeito que era, o mandato do ex-prefeito Renato da Costa Mello Júnior, o Junior do Posto -, o prefeito de Guapimirim, Marcos Aurélio Dias (PSDC), não poderá participar do processo eleitoral de 2016 como candidato, mas deverá indicar um sucessor e em torno disso uma fila começa a se formar. Nos bastidores apostam que ele indicaria o atual vice-prefeito, Wagj Farah para enfrentar um nome que praticamente já se lançou na disputa, o empresário Jocelito Pereira de Oliveira, o Zelito Tringuelê (PDT), que pela segunda vez, desde 2010, figura como candidato a deputado estadual mais votado no município: foram 6.126 votos em 2010 e 6.980 este ano, número aquém do esperado para quem foi o segundo colocado na disputa pela Prefeitura em 2012, batendo 9.281 votos contra os 9.623 computados em favor do atual prefeito.