Siga o ElizeuPires.com

Twitter Facebook

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Magé (CDMA) inicia nessa terça-feira o processo para seleção de projetos voltados para a promoção da proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente. Poderão participar organizações governamentais ou não, apresentando o envelope com a documentação exigida e descrita no edital, o que poderá ser feito até o dia 6 de abril. Os projetos selecionados serão financiados pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Magé e passarão por habilitação documental e técnica, sob aprovação da pela plenária do CMDCA. Para conferir o edital basta clicar sobre a palavra em vermelho.

A maioria é de convocados para os setores de Saúde e Educação

Subiu para 105 o número de candidatos aprovados no concurso realizado pela Prefeitura de Guapimirim no ano passado, convocados para se apresentarem e tomar posse em várias funções (chamados em sete editais), que optaram por não trabalhar no município. Segundo dados do oitavo edital de convocação divulgado hoje pela Secretaria de Administração, deixaram de atender ao chamado seis candidatos, enquanto 12 dos já empossados pediram demissão. O oitavo edital revela ainda que 11 apresentaram os documentos, mas não compareceram para tomar posse e quatro tomaram posse, mas não entraram em exercício. Entre os nomes substituídos nessa nova convocação 10 são da área da Saúde e 12 da Educação, além de guardas municipais.  O edital divulgado hoje faz 36 convocações para várias áreas.

Ocupantes de cargos comissionados na Câmara de Vereadores  receberam 85% sobre os vencimentos em dezembro de 2013 e funcionários efetivos teriam ficado sem reposição das perdas salariais

Os servidores efetivos da Câmara Municipal de Rio das Ostras teriam levado uma tremenda volta nos meses de novembro e dezembro de 2013, não recebendo a compensação das perdas salariais garantida por lei específica a todo o quadro do funcionalismo estatutário do município. A Lei Nº 1818/2013 foi sancionada no dia 14 de novembro pelo prefeito Alcebíades Sabino (PSC), com efeito retroativo a 1º de novembro, mas os 5,69% referentes a reposição salarial não teriam sido pagos nos últimos dois meses daquele ano para - segundo já foi levado ao conhecimento do Ministério Público, junto com uma série de denúncias - sobrar dinheiro no caixa do Legislativo para garantir o pagamento de uma gratificação de 85% a um seleto grupo de assessores listados na Portaria Nº 082/2013, assinada no dia 26 de dezembro de 2013 pelo vereador Alzenir Pereira Melo, o Nini (PMDB), presidente da Câmara.

Mas a Câmara de Vereadores ainda não disse se fará o mesmo para economizar o dinheiro público

Prefeito, vice-prefeito, secretários, subs e assessores de Silva Jardim vão receber menos 20% no contracheque de março, corte feito pelo prefeito Anderson Alexandre (PRB) para equilibrar as finanças do município por conta de uma queda de receita estimada em R$ 1 milhão por mês, sendo R$ 700 mil só com os royalties do petróleo, mas as obras, programas sociais e os setores de saúde não serão afetados, bem como o vale alimentação dos servidores efetivos, que a partir deste mês não receberão mais as horas extras em dinheiro, mas compensadas com folgas a partir de um banco de horas que será controlado por cada secretário.