Macaé: redução de preço determinada pelo Tribunal de Contas na licitação da coleta de lixo durou apenas um ano
Depois do centro de Nova Iguaçu, bases do 'Segurança Presente' serão implantadas em Austin e Miguel Couto
Tem feira no point em Magé
Queimados diz que maternidade está pronta, que só faltam os equipamentos para inaugurá-la, mas ainda não pagou pelo prédio
Prefeitura de Japeri esconde contratos da merenda: cinco fornecedores foram escolhidos por mais de R$ 17 milhões
Queimados via Volta Redonda: contrato de gestão de hospital na Cidade do Aço teria se transformado em bom ''negócio de família''

Aluguel de máquinas ficou por R$ 1 milhão a mais. É a farra do boi na cidade

Denunciado no dia 6 de julho pelo elizeupires.com, o processo licitatório aberto pela Prefeitura de Itaboraí para locação de caminhões e máquinas pesadas, na modalidade pregão presencial, mais que para suprir uma necessidade do município, teria sido para resgatar um compromisso de campanha firmado pelo prefeito Helil Cardoso (PMDB) com um grupo que o apoiou durante a disputa eleitoral, vencida por uma diferença de apenas 1.311 votos.

Com pouco mais de dez meses de governo Helil já enfrenta vários problemas e está na mira do Ministério Público por conta de uma série de denúncias. A informação de que o contrato com a Engepark fora para cumprir o “acordo de campanha”, foi confirmada por pelo menos dois vereadores, mas na Câmara Municipal ninguém se pronunciou ainda sobre uma possível investigação e tudo indica que não o fará, pois o prefeito tem o apoio de ampla maioria na Casa Legislativa.

A licitação, já homologada pelo prefeito, foi vencida pela empresa Engepark, tendo a Comissão de Permanente de Licitação (CPL) desclassificado uma concorrente, que apresentou proposta com uma diferença, a menor, de R$ 1 milhão. Trata-se da empresa Heringer, que tem frota própria, contratos com várias prefeituras da região e se propôs a prestar o mesmo serviço cobrando R$ 3,9 milhões por ano, contra os R$ 4, 9 milhões cobrados pela vencedora do processo licitatório.

Para algumas lideranças comunitárias, a nova gestão vem mantendo práticas antigas na hora de gastar o dinheiro do povo e pelo menos no caso da licitação em que o martelo foi batido em favor da Engepark, os integrantes da Comissão Permanente de Licitação ignoraram os critérios da economicidade e do menor preço determinados pela legislação. Além de passar por cima desses princípios, a Prefeitura também ignorou o recurso impetrado pela empresa desclassificada, embora a Heringer tivesse apresentado todos os documentos que a legislação exige de uma empresa que se propõe a participar de um processo licitatório. De acordo com um empresário local, a falta de transparência verificada durante a gestão do prefeito Sérgio Soares continua no município.

Mesmo tendo sido informado de que a empresa desclassificada apresentou uma proposta economicamente bem mais vantajosa para o município, o prefeito Helil Cardoso não tomou nenhuma providência.

Matérias relacionadas:

Licitação sob suspeita em Itaboraí

Prefeito se cala sobre licitação suspeita

Prefeito de Itaboraí busca “jeitinho” para licitação suspeita

Comentários  

0 #1 Juscelino 19-10-2013 08:38
Sei não. Acho que esse não termina o mandato.
Citar
0 #2 Jesus 19-10-2013 08:48
Como as coisas podem dar certo se a Prefeitura é um balcão de negócios, um mercado comum com vários donos?
Citar
0 #3 Anônimo 19-10-2013 11:01
Os donos do governo são Helil e Deoclécio. Esses mandam e desmandam. O resto é figurante.
Citar
0 #4 Leonidas 19-10-2013 11:05
Nossa cidade está em péssimas mãos. SOS Ministério Público
Citar
0 #5 Olho Vivo 19-10-2013 11:06
E o Lucas Borges não mada nada?
Citar
0 #6 Estevão 19-10-2013 12:55
A falta de responsabilidad e para com a coisa pública é o mal maior que afeta os nossos políticos.
Citar
0 #7 Tuca 19-10-2013 13:30
Esse Helil está saindo por que a encomenda.
Citar
0 #8 J. Carlos 19-10-2013 13:33
Vamos ver quanto tempo esse mandato vai durar.
Citar
0 #9 Keila 19-10-2013 13:38
Quatro anos. Com dinheiro sempre se consegue retardar um processo. Aqui é Brasil.
Citar
0 #10 Leomir 19-10-2013 13:39
Faço coro com você.
Citar
0 #11 Tico irmão do Teco 19-10-2013 16:23
Manda sim. Ele é o presidente da Câmara de fato. O de direito só faz bater a cabeça para ele.
Citar
0 #12 Hugo 20-10-2013 14:06
Essa pouca vergonha acontece porque os vereadores comem nas mãos do prefeito.
Citar
0 #13 Ismael 20-10-2013 14:13
Executivo & Legislativo Comercial S/A. Essa é a razão social da Prefeitura de Itaboraí. Pau neles, Elizeu.
Citar
0 #14 Selma 21-10-2013 06:15
Parece que não acertamos uma. Cada um pior que o outro.
Citar
0 #15 Jessé 21-10-2013 06:21
Vamos para rua gritar. Esse é só um dos muito contratos e licitações já feitos este ano.
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar