Projetos de lei já estão na Câmara de Vereadores para serem votados

Os contribuintes de Rio das Ostras serão beneficiados com a prorrogação do prazo de adesão ao programa de anistia de juros e multas dos tributos municipais vencidos até o ano de 2017 e com o escalonamento do reajuste da alíquota dado em 2018 do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em três anos. Projetos de lei nesse sentido foram encaminhado pelo Poder Executivo para aprovação na Câmara Municipal. De acordo com a Procuradoria Geral do município, essas mensagens estão sendo possíveis graças as ações e medidas adotadas pela administração municipal no início do governo para garantir o ajuste financeiro, por conta da crise econômica encontrada quando assumiu a gestão.

Caminhões da empresa contratada estão com licenciamento vencido e não podem circular

Os agentes do policiamento de trânsito que atuam em Magé não dão trégua aos trabalhadores que se desdobram para manter seus carrinhos. As operações são constantes nas principais vias do município, uma senhora fonte de renda para os donos de reboques, mas o rigor não vale para a frota colocada a serviço da Prefeitura pela Líbano Serviços de Limpeza Urbana e Construção Civil, empresa contratada sem licitação para fazer a coleta de lixo na cidade. Pelo que consta nos registros do Detran, quatro caminhões compactadores que circulam pelas ruas de Magé estão com licenciamento vencido, dois deles há mais de três anos, ilegalidade que, segundo a legislação, é punida com multa e o recolhimento dos veículos ao depósito público, onde devem permanecer até que nova documentação seja emitida, mas isso não está valendo para a frota da Líbano.

Camila relembra as vezes que teve de usar sacos plásticos nos pés para evitar sujar o calçado (Foto:Divulgação/PMBR)

Melhorias chegam para os moradores do Parque Fluminense

No dia 17 de abril, o pequeno Benjamin completou um ano de vida. Morador do bairro Malha-pão, na localidade do Parque Fluminense, em Belford Roxo, ele não imaginava que a data traria muita alegria para a sua mãe Camila Pereira da Silva, 25, que deu seus primeiros passos também na Rua Margarida Bueno sem saneamento, drenagem e pavimentação. No dia 17 a Prefeitura iniciou as obras e a via está sendo toda concretada, melhorando assim a vida dos moradores. No total, 12 ruas do bairro passaram por intervenções. Camila relembra as vezes que teve que descer com saco plásticos nos pés para evitar que a lama sujasse o calçado. Além de Benjamim, ela é mãe de Miguel, 5. "Imagine a dificuldade com duas crianças para andar nesta rua, que em época de chuva virava lama. Agora é vida nova.  Meus filhos vão poder brincar na rua onde eu quase não brinquei,. Quando chovia era lama. No verão era poeira, além dos buracos", concluiu.

Começa ser depositado nesta sexta-feira (20) nas contas bancárias dos servidores de Rio das Ostras os valores correspondentes ao enquadramento do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos do funcionalismo municipal (administração geral),  que estava parado desde o final de 2015. O pagamento retroativo representa uma injeção de R$ 3 milhões na economia da cidade e refere-se às progressões horizontal e vertical nos anos de 2015 e 2016. Em relação ao pessoal da educação, que conta com plano diferenciado, o pagamento será feito no final de maio.

Instituição que funciona como maternidade passa por crise financeira

Mantido pela Associação de Caridade Hospital São João de Meriti, o Hospital Maternidade do Morrinho não vai fechar as portas. A solução encontrada é uma intervenção da Prefeitura,  decretada ontem (17) pelo prefeito João Ferreira Neto, o Dr. João, "É uma intervenção pacífica, mas necessária. Trata-se da única maternidade de baixo risco de referência da Baixada Fluminense e temos de preservá-la", afirmou o prefeito, explicando que a instituição passa por dificuldades financeiras e teve bloqueados repasses de verbas por conta de dívidas trabalhistas.