A Prefeitura anunciou novo projeto de iluminação pública, mas não lançou um raio de luz sequer sobre a licitação

Prefeitura anuncia novo projeto de iluminação pública, mas não revela quanto vai pagar pelo serviço 

Desde o início do primeiro mandato do prefeito Anderson Alexandre (janeiro de 2013) que os processos licitatórios têm sido tratados como segredos de estado em Silva Jardim. Tanto é assim que existem inquéritos e ações judiciais sobre supostas irregularidades nas licitações e, ao que parece, a vigilância do Ministério Público não despertou no governo a necessidade de ser mais transparente em seus atos, sobre tudo em relação aos gastos da municipalidade. É que na semana passada o prefeito anunciou o projeto Mais Luz que, segundo ele, vai acabar com a escuridão nas ruas da cidade. Entretanto, apesar de a empresa Mais Luz Engenharia já estar operando, não há Portal da Transparência do município informação sobre sua contratação, nota de empenho a seu favor e muito menos dados sobre a licitação para esse serviço.

Sediada em São Gonçalo, segundo consta no cadastro junto ao Ministério da Fazenda, a empresa que empresta o nome ao projeto foi aberta no dia 10 de abril de 2014 e o Mais Luz-Silva Jardim foi lançado no dia 19 deste mês na Câmara de Vereadores. Segundo o prefeito, vai atender a todos os bairros. "Aproveito a oportunidade para agradecer a paciência da população nos últimos meses em relação aos problemas que tivemos com iluminação pública. Toda vez que via algum poste apagado ficava chateado e cobrava uma solução da equipe de governo, que devido à morosidade para realização da licitação, além de outros problemas alheios a administração municipal, só agora concluímos o processo e teremos um serviço moderno, com lâmpadas de led, dando maior segurança a nossa população" , discursou o prefeito sem falar em custo.

Representando a empresa no lançamento, Paulo Roberto de Souza Cruz deu prazo de 90 dias para resolver "todos os problemas de lâmpadas danificadas na cidade" . Ele disse ainda que o município têm 2.755 pontos de iluminação pública e a que a previsão é de que “em até 36 meses todos os pontos sejam substituídos por lâmpadas de leds" .

Segundo o representante da Mais Luz Engenharia, o município consome atualmente 475.300 watts com iluminação pública e que com a troca das lâmpadas em três anos o consumo de energia venha ser sido reduzido em 88%. Porém a Prefeitura não deixa claro o quanto o projeto vai custar aos cofres públicos, já que não disponibiliza as informações sobre esse e vários outros contratos, como determina a lei da transparência.

 

Matérias relacionadas:

Compras da Saúde são "segredos de estado" em Silva Jardim

Silva Jardim tem gestão marcada por escândalos

Caixa-preta esconde as contas de Silva Jardim

Prefeito de Silva Jardim precisa explicar origem de remédios

Devassa nas compras de remédio preocupa em Silva Jardim

MP denuncia oito por fraude em Silva Jardim

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar