Como não bastassem as operações esquisitas que vem recheando a conta bancária da empresa Rodando Certo, contratada sem licitação pelo prefeito Rogério Lisboa para rebocar veículos e administrar o depósito público municipal, o aumento da gratificação para os agentes de trânsito por eles reivindicado, poderá ser mais um problema para os moradores de Nova Iguaçu, que acabará pagando a conta duas vezes. Pelo que se comenta dentro da própria Secretaria de Trânsito, em encontro com os servidores do setor marcado para este sábado, o prefeito deverá anunciar que a gratificação poderá dobrar o salário da categoria, mas os agentes terão de melhorar a produção, ou seja multar mais. As operações de transito na cidade tem sido alvo de muitas queixas, pois, reclamam contribuintes, tem sido rebocado veículos até se infração alguma, mas o interessante é que quando vereador, Lisboa foi à Justiça para derrubar as multas aplicadas pela então Coordenadoria de Trânsito, Cositran, alegando que as autuações eram ilegais, porque eram emitidas por nomeados em cargos comissionados e não por pessoal efetivo, mas hoje a secretaria responsável pela aplicação de multas, que é comandada por Herval Barros de Souza – indicado para o cargo pelo deputado Luiz Martins –, mantém vários comissionados atuando de coletes nas ruas, anotando placa de carros.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar