De acordo com o portal da transparência da Prefeitura de Casimiro de Abreu, a receita de 2017 superou a arrecadação do ano anterior em mais de R$ 18 milhões. Os dados registrados no sistema revelam que o município arrecadou R$ 166.636.078,38 em 2016 e R$ 184.999.985,49  no ano passado, uma diferença, para cima, de exatos R$ 18.363,907,11. Mesmo com dinheiro a mais os moradores da cidade não sentiram melhora nos serviços públicos, principalmente no setor de saúde, onde, reclamam, faltaram remédios e até materiais básicos. Só em relação aos royalties do petróleo o município arrecadou cerca de R$ 10 milhões a mais em 2017.

Em seu primeiro ano de gestão o prefeito Paulo Dames gastou tempo culpando a crise e responsabilizando o ex-prefeito Antonio Marcos Lemos pela falta de ações de seu governo. Problemas simples de resolver - já que a Prefeitura teve mais dinheiro em caixa - como o do transporte para os estudantes universitários, por exemplo, ficaram de lado. O serviço foi suspenso no segundo semestre de 2016 por causa da queda de receita, mas o contrato continuou válido e uma verba de mais de R$ 400 mil ficou assegurada no orçamento de 2017 para custear a despesa, mas ainda assim os universitários ficaram a pé.

No caso dos estudantes universitários a Prefeitura anunciou no dia 28 de dezembro que o serviço será retomado este ano, mas o benefício poderá não ser para todos e nem o município vai mais disponibilizar os ônibus. Segundo a nota do governo, "após um estudo feito com base no censo universitário realizado este ano no município, a Prefeitura elaborou um programa de auxílio para ajudá-los, regulamentado pela Lei nº 1.840, de 26 de dezembro de 2017".

Ainda segundo a nota, "nos novos moldes, estudantes precisarão passar por um processo seletivo que obedecerá a critérios sócio-econômicos". O cadastramento dos alunos será realizado na Secretaria Municipal de Educação e o cronograma será informado nos canais oficiais da prefeitura. "Realizamos muitos estudos no orçamento para implementar o auxílio. Com esta modalidade, vamos beneficiar os mais necessitados com responsabilidade, sem comprometer as finanças do município", afirmou o prefeito na nota.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar