Moradores da região querem saber em que pé estão as coisas

 

Fechado para obras de recuperação desde fevereiro deste ano pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o Parque Natural Municipal do Açude da Concórdia (PaNaMAC), em Valença, agora sob gestão do governo do estado, ainda não tem uma data certa para ser aberto ao público. A previsão é de que isso aconteceria até o final do mês passado, mas nem os ambientalistas locais sabem em que pé estão às coisas, já que eles mesmos não podem entra na área para conferir...

Os moradores da região querem a volta dos pedalinhos, a área de camping e a tirolesa, mas defendem também o reflorestamento de parte da área que foi desmatada e o censo das espécies do Açude da Concórdia. Uma das queixas de Pedro Neto, presidente interino do Conselho de Meio Ambiente, é em relação ao material usado num dos acessos ao parque. Ante do início das obras o parque poderia ser visitado aos sábados, domingos e feriados das 8h às 18h, mas o camping e  abrigo deixaram de ser usados em 2015.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar