E presta homenagem ao Museu Nacional

 

Quem ama a sua história, conserva a sua memória! Foi com esse tema que os alunos da rede pública de ensino de Queimados, na Baixada Fluminense, contaram a história da cidade e de pessoas que foram importantes para a emancipação do município, no tradicional desfile cívico, realizado nesta sexta-feira (7), no Centro.  O evento organizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, teve como objetivo comemorar os 196 anos de independência do Brasil. Mesmo com o dia ensolarado, os pais, responsáveis e pessoas apaixonadas pelo desfile cívico, saíram de suas casas e lotaram a Rua Guilherme Weinschenck, neste feriado, para apreciar a apresentação dos alunos da rede pública de ensino. Ao todo 30 escolas municipais, três creches públicas, membros da Guarda Municipal, Polícia Militar, alunos da Vila Olímpica e do Centro de Esporte e Lazer da Terceira Idade mostraram seu patriotismo e carregaram consigo a história de cada bairro que compõem a cidade.

Entre tantas homenagens, não faltaram aplausos para a Escola Municipal Washington Manoel, que trouxe para o desfile o luto pelo incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro, esta semana. Outro momento que marcou o evento foi a apresentação de grandes símbolos da história do município, como a Praça Nossa Senhora da Conceição, o leprosário e o Parque Industrial.

Um dos participantes da luta pela emancipação do município, o prefeito Carlos Vilela, acompanhou de perto o desfile e falou sobre a importância de manter essa tradição na cidade. "Realizamos esse evento há 28 anos em Queimados, mesmo antes de conquistarmos a sonhada emancipação, para lembrarmos sempre daqueles que lutaram pela independência do nosso país", destacou Vilela.

Tradicionais bandas, como a Leões, da Escola Estadual Luiz Guimarães, que sempre leva o público ao delírio com suas apresentações, deu um verdadeiro show não só pela música impecável, mas também pelo ato de patriotismo e cidadania. Completando 64 anos, a Escola Municipal Tiradentes levou para a passarela um aluno representando Joaquim José da Silva Xavier, ícone da Inconfidência Mineira.

Sobre o tema deste ano, o Secretário Municipal de Educação, Professor Lenine Lemos, afirma que relembrar com os estudantes é uma forma de tornar ainda mais marcantes os principais momentos da cidade. “Comemorar o Dia da Independência é também lembrar do nosso movimento de emancipação do município, que sem dúvidas foi o grande divisor de águas da nossa história. E para nossos jovens pensarem no futuro, eles precisam saber de onde vieram e como chegamos até aqui”, declarou.

Apaixonada pelo desfile cívico, a dona Ana Vitoriana (47), trouxe seu filho, Pedro Rieves (3), aluno da Creche Municipal Iracema Garcia, para representar pela primeira vez a sua cidade. “Todo ano eu venho assistir e dessa vez eu tive a oportunidade de trazer ele para participar, é bom para que desde pequeno ele desenvolva esse patriotismo e amor pelo nosso município que tanto lutou pela emancipação” declarou a moradora do bairro São Francisco.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar