Orientação do Tribunal de Contas é pela compra de ônibus novos

 

Embora tenha renovado por mais cinco meses o contrato de locação de uma frota de ônibus velhos para o transportar os alunos da rede municipal de ensino, o prefeito interino de Japeri, Cezar Melo, parece que decidiu-se agora pela coisa certa: atender sugestão do Tribunal de Contas do Estado e optar pela compra de veículos novos, em vez de licitar um novo contato de aluguel, como estava previsto. Segundo levantamento feito em março, pelo valor global de R$ 2.712.608,69 contratado junto à empresa da JL Transporte e Construção pelo aluguel de 12 ônibus com 13 anos de fabricação, não certificados para o transporte escolar e com documentação atrasada, seria possível adquirir dez ônibus escolares novos e ainda sobraria dinheiro para o seguro...

De acordo com uma fonte ligada ao governo revelou hoje (9), o prefeito resolveu ouvir a orientação do TCE, mas vai agir de forma planejada, para que os alunos não fiquem sem transporte. A mesma fonte informou, entretanto, que os motoristas contratados pela JL estariam se movimentando no sentido de uma greve, pois estariam com salário atrasado. Até o fechamento dessa matéria a Secretaria de Educação não havia se pronunciado sobre a possível paralisação, uma fez que os pagamentos são feitos pela Secretaria de Fazenda, já que os recursos da Educação não são geridos pela titular da pasta, Roberta Bailume que, no caso dos ônibus já havia feito a exigência que se constasse no edital de licitação para locação da frota que a empresa que viesse a vencer o certame disponibilizasse veículos com, no máximo, dois anos de uso.

Conforme o elizeupires.com já havia noticiado, a JL começou a operar em Japeri em fevereiro do ano passado, através de um contrato emergencial de R$ 715.743,87, disponibilizando ônibus fabricados entre 2005 e 2006, pelo menos nove deles com licenciamento vencido e alguns com restrição judiciária. Mesmo assim venceu, alguns meses depois, licitação para continuar prestando o serviço com os mesmos veículos, ao custo de R$ 2.712.608,69 em 11 meses, contrato que foi renovado no dia 9 de agosto deste ano mais cinco meses e valor total de R$ 1.233.003,95.

Matéria relacionada:

Frota escolar ilegal de Japeri: com dinheiro de 12 ônibus usados alugados a Prefeitura poderia comprar 73 legalizados por ano

Comentários  

0 #1 Jorge Roberto Machad 10-10-2018 08:17
Bom dia

Sou do Rio de Janeiro, BAIRRO sepetiba


Em 2000 devido a problemas de transporte para os alunos do ensino fundamental, sugeri ao candidato Cesar Maia a implantacao do transpirte exclusivo para atender a essa demanda e ao se.eleger foi implantado o onibus da liberdade e que perdura ate hoje .

Poderia pensar na implantacao desse transporte que atende a milhares de familias.

Coloco me ao inteiro dispor.

Atenciosamente.

Jorge Roberto
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar