Imprimir
Categoria: Cidades

Chamada para atender uma ocorrência de incêndio na manhã desta quarta-feira, em Piabetá, uma guarnição do Corpo de Bombeiros de Magé teve de esperar cerca de duas horas pela chegada de uma equipe da concessionária de energia elétrica Enel para poder fazer seu trabalho. De acordo com um comerciante estabelecido local, a Enel só enviou sua equipe depois da intervenção do juízo local, já que no espaço funciona também o Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais de Inhomirim, que não foi atingido pelas chamas. 

O incêndio – que teria sido causado por um curto circuito – aconteceu no Centro Comercial Pelegrino, que fica na Rua Artur Domingos Loivos, 330, na região central de Piabetá.  localidade. Não houve registro de vítimas e os danos ainda estão sendo contabilizados.

Antiga Ampla, a  Enel Distribuição Rio, é uma das concessionárias de serviços mais processadas no estado. Os moradores de Magé, Itaboraí, São Gonçalo e Região dos Lagos costumam sofrer as conseqüências das freqüentes interrupções no fornecimento de energia e dos chamados picos de luz que geram grandes prejuízos, mas não faz os investimentos necessários. Já ouve verões em que bairros da periferia de Magé e São Gonçalo chegaram a ficar até cinco dias sem energia.