O repasse constitucional vem aumentando desde 2017, mas as providências...

 

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra vazamento no teto do Hospital Municipal Manoel Martins de Barros, em Itatiaia, causando transtorno nas enfermarias nos dia de chuva, mas antes fosse só este o problema. Usuários da rede de Saúde da cidade governada pelo prefeito Eduardo Guedes, o Dudu, reclamam que têm faltado medicamentos nas unidades, situação repercutida na sessão da última segunda-feira (11) da Câmara Municipal pelo vereador Anderson Luiz dos Santos, o Anderson da Saúde, mas que não parece sensibilizar o governo, que ainda não se pronunciou sobre o assunto, a exemplo do que tem feito em relação a outros problemas apresentados em sua gestão: ficado mudo.

De acordo com o Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação do Banco do Brasil, os repasses constitucionais – fora as transferências para o setor de Saúde e eventuais convênios – vêm aumentando nos últimos dois anos. Somaram R$ 45,9 milhões no ano passado e R$ 42,3 milhões em 2017, contra R$ 40 milhões no exercício de 2016. Nos últimos dois anos os repasses específicos para a rede de atendimento médico somaram cerca de R$ 15 milhões, R$ 7,370 milhões em 2018, mas nem do básico, reclama a população, o prefeito está cuidando.

Sem remédios – Só em uma unidade médica da Prefeitura foi verificada nos últimos dias a falta de 40 itens de medicamentos, situação que pode ser explicada pelo fato de administração ter feito uma licitação limitada em 2018, um pregão que resultou em cinco atas de registro de preços que somam pouco mais de R$ 270 mil.

Divididas em lotes, esta licitação foi vencida pelas empresas Comercial Cirúrgica Rio Clarense (R$ 185.156,00), TS Farma (R$ 41.313,00), Disk Med Pádua (R$ 30.095,40), Droga Fonte (R$ 17 mil) e Especifarma (R$ 1.800), mas há algo de estranho nisto, pois na relação de despesas empenhadas e pagas pela Prefeitura em 2018 não há nenhum registro no nome destas empresas, muito menos na listagem desde ano, o que sugere uma pergunta: "O município não paga por que não recebe os produtos comprados ou as fornecedoras não estariam entregando por que não recebe as faturas?

*O espaço está aberto para qualquer manifestação. Com a palavra a Prefeitura de Itatiaia e as empresas declaradas vencedoras do último processo licitatório para compra de medicamentos.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar