Vendedor de frutas teve mercadorias recolhidas por guardas municipais... Enquanto isso as empresas  Água das Agulhas Negras e São Miguel fazem o que querem com a população

 

A população de Resende elegeu Diogo Balieiro Diniz em 2016 acreditando que o moço abraçaria aqueles que mais sofrem com as diversas deficiências da cidade... Só não sabia que ganharia um "abraço de urso". Entre aqueles que mais padecem pelas mazelas de um governo encharcado pelo marketing pessoal da figura do governante, com o dinheiro do povo, estão os comerciantes ambulantes, que não dispõem de uma política de regularização de suas atividades e sofrem quase que diariamente com as investidas de guardas municipais e fiscais de posturas.

Tão implacável contra os pequenos que lutam no dia a dia pela sobrevivência, a administração deixa as coisas correrem frouxas para os grandes, pois companhias que ganham milhões com a exploração de serviços públicos, como a empresa de ônibus São Miguel e a concessionaria de água e esgoto Água das Agulhas Negras, passam ilesas pela fiscalização míope da prefeitura.

Esta semana, os moradores usaram mais uma vez as redes sociais para tentar chamar a atenção de Balieiro, já que o alcaide é arroz de festa na internet, muito embora pareça não enxergar as postagens que não são de seu agrado. Trata-se de um vídeo, em que um morador denuncia a ação de guardas municipais que teriam recolhido as frutas vendidas em um carrinho de mão por um idoso no bairro Campos Elíseos – o senhor também aparece nas imagens e confirma a informação. Uma agonia que se repete desde o começo do governo de Balieiro.

Matérias relacionadas:

"Chibata" arde nas costas de comerciantes autônomos de Resende, mas o "castigo" não estaria valendo para todos

Vendedor de balas 'engenheiro' desbanca prefeito 'pintor' em Resende

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar