Encampado pelo município, o Hospital Infantil de Belford Roxo estaria correndo risco de fechar as portas por falta de médicos, mas isso parece que não está incomodando o prefeito interino Marcio Pagniez, o Marcinho Bombeiro, que esteve hoje (17) numa unidade que, apesar dos pagamentos atrasados, vem segurando a barra, o Hospital Municipal, antigo Joca, para apontar falhas em vez de soluções para os eventuais problemas.

O interino esteve no HM acompanhado do secretário de Saúde Wander Louzada, e teria sido "grosseiro" na reação à informação de que o setor de pediatria estava funcionando de forma restrita nesta sexta-feira, porque o pediatra escalado faltou.

Quem estava no HM no momento da "visita" não entendeu a ira do prefeito, pois o problema de hoje seria pontual, e não se manifestou nenhuma preocupação com a falta de pagamento. Tem atraso na folha do hospital e da Unidade Mista do Lote  XV, e seria bom que o prefeito e o secretário tomassem providências em relação a isso e ao Hospital Infantil, porque no HM pelo menos as coisas estão funcionando.

Quem conhece o funcionamento das unidades de saúde do município diz que o problema está mais adiante, na própria secretaria. Prestadores de serviços e fornecedores reclamam que processos ficam engavetados, o que estaria prejudicando e muito o bom funcionamento do setor.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar