Propalada como grande feito de um governo municipal que tem em suas mãos uma arrecadação anual de quase R$ 500 milhões para uma cidade com cerca de 130 mil habitantes, a reforma do Hospital de Emergência de Resende anda deixando a população de cabelo em pé. É que o valor atual da reforma, R$ 1.083.352,93, é considerado salgado demais pelo fato de se tratar de uma execução de pequeno porte. Enquanto isso, diversos pacientes estariam sofrendo na carne por conta de aparelhos cirúrgicos que estariam quebrados na unidade de saúde.

De acordo com a planilha orçamentária que antecedeu a assinatura do contrato administrativo 261/2018, entre a prefeitura e a GHN - Construtora e Engenharia, em novembro do ano passado, a previsão é de que sejam gastos até R$ 267 mil em porcelanato e R$ 130 mil com preparação de superfícies e pintura de paredes, madeiras e estruturas de aço. Outros valores significativos segundo o documento são os ladrilhos (R$ 46,2 mil) e o polimento de piso de cimento (R$ 25,7 mil). Mas há ainda gastos curiosos, como, por exemplo, a demolição de um rodapé ao custo de até R$ 7,9 mil ao bolso dos contribuintes.

Enquanto faz estardalhaço nas redes sociais com a reforma do hospital, acompanhado por um exército de ocupantes de cargos comissionados e seus apêndices, o governo do prefeito Diogo Balieiro Diniz estaria deixando de fazer o dever de casa com a suposta "quebradeira" de aparelhos cirúrgicos. Esta semana, um internauta usou as redes sociais para pedir ajuda, uma vez que o amigo dele estaria há 15 dias precisando de uma operação de coluna.

O paciente teria recebido a informação de que o equipamento necessário ao procedimento estaria com defeito. Após a denúncia, o governo municipal informou que o procedimento seria realizado no Rio de Janeiro. Outra internauta relatou estar na mesma situação, já ela precisaria ser submetida a uma litotripsia e o aparelho também estaria quebrado, segundo ela.

*O espaço está aberto para qualquer manifestação. Com a palavra a administração municipal de Resende.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar