Casamento comunitário já oficializou a união de 150 casais este ano

 

Ontem (27), foi um dia especial na vida de Maria Silva: casou-se depois de 28 anos de vida em comum e, melhor que, ao lado da filha, técnica em enfermagem Thayane Gabrielle. As duas aproveitaram a solenidade de casamento comunitário organizada pela Prefeitura de Magé – em parceria com o Tribunal de Justiça – marcada para a localidade de Santo Aleixo. "Que dia especial!. Eu não imaginaria casar no mesmo dia em que minha filha. Eu e o pai dela estamos juntos há 28 anos e agora vamos aproveitar essa oportunidade para oficializar nossa união", disse Maria, que trabalha como cuidadora de idosos.

Bateu na trave. A Prefeitura de Maricá não poderá mais fazer a licitação para exploração de linhas de transporte complementar de passageiros. O processo licitatório foi barrado por decisão do juiz da 2ª Vara Cível, Vitor Porto dos Santos, em ação movida pela empresa Nossa Senhora do Amparo, que opera linhas municipais e intermunicipais. A Prefeitura pretende abrir 114 novas para o serviço complementar com micro ônibus, mas a empresa conseguiu suspender o processo em pedido de antecipação de tutela, que teve opinião favorável do Ministério Público. Segundo o MP, há indícios de sobreposição nas C18, C21 e C22. O governo anunciou que está recorrendo contra a decisão. 

Doença afeta 25% dos brasileiros

 

Com o objetivo de conscientizar a população sobre a prevenção da hipertensão, doença que afeta cerca de 25% da população brasileira, a Secretaria Municipal de Saúde de Magé realizou uma ação no Calçadão nesta sexta-feira (26). Palestras educativas, aferição de pressão arterial e glicose, apresentação de peças e avaliação nutricional foram o serviços que marcaram o Dia de Prevenção e Combate à Hipertensão.

Anunciada como solução provisória, em 2017, para acomodação de alunos da Escola Municipal Professor Carlinhos, em Resende, a locação de containers já se arrasta por dois anos. Como se não bastasse o desconforto, os alunos agora convivem com as goteiras decorrentes de diversos furos espalhados pelos tetos destas caixas de lata, além do perigo iminente em razão do contato entre a água e a fiação elétrica...

Ambulâncias estariam sendo usadas para atender pedidos do prefeito

 

Criado para chegar mais rápido a quem precisa de atendimento de emergência, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estaria trabalhando fora deste objetivo em de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Pelo menos é disso que reclamam usuários da rede pública de saúde e até funcionários do serviço, pessoas descontentes com a forma com que o SAMU vem sendo administrado no município governado pelo prefeito Washignton Reis.