Reinauguração marca as comemorações pelos 28 anos de emancipação do município

No dia em que estará comemorando o 28º aniversário de emancipação político-administrativa, o município de Belford Roxo vai receber de volta o seu hospital. A reinauguração está marcada paras 15h desta terça-feira. Fechada há mais de um ano, a unidade passou por obras de reforma, ganhou novos equipamentos é até mudou de nome. Agora é Hospital Municipal de Belford Roxo, passando a funcionar com painel áudio visual de chamada de paciente, recepção e entradas individualizadas com acesso exclusivo para pediatria, ala de adultos e emergência. Serão 305 funcionários, entre médicos, enfermeiros, auxiliares e pessoal administrativo.

Unidade do bairro Belmonte é quarta a ser entregue pela atual gestão

Os moradores do bairro Belmonte poderão contar, a partir de amanhã, com o atendimento na Clínica da Família Mauro Ferreira de Castro, localizada na Travessa Campo Alegre. A unidade – que prestará atendimentos de clínica médica, puericultura, pré-natal e pediatria - será mais um importante reforço na rede de atenção básica da cidade – será inaugurada às 15h30 pelo prefeito Carlos Vilela, a quarta a entregue pela gestão atual. São três consultórios, salas para imunização e reuniões, banheiro adaptado para portadores de deficiência, além da recepção. A equipe é composta por uma médica, seis agentes de saúde, uma enfermeira, uma técnica em enfermagem e uma administradora.

 

O objetivo é propor ações que contribuam com a qualidade do ensino

A Secretaria de Educação de Rio das Ostras está levando ao pé da letra a expressão gestão democrática. Tanto é assim que instituiu um grupo de estudos em políticas públicas educacionais, que já promoveu a sua primeira reunião. O objetivo do grupo, que tem caráter propositivo, é promover estudos e pesquisas sobre programas, projetos e práticas pedagógicas que contribuam com a qualidade do ensino. "A ideia é construir coletivamente propostas que busquem cada vez mais a qualidade do ensino e das relações sociais", explicou o secretário Cezar Santa Ana.

Além do exagero na compra há suspeita de superfaturamento

As cenouras que os diretores das escolas da rede municipal de ensino distribuíram para os alunos junto com uma receita de bolo, com a justificativa de um projeto de alimentação saudável, mais do que constrangimento para o governo, pode gerar problemas sérios na Justiça, se as suspeitas de superfaturamento forem confirmadas. Informações de gente ligada ao próprio governo dão conta de que a Prefeitura teria pago mais de R$4 por quilo, quando o produto é oferecido a R$2,25 no Ceasa. Além disso, a distribuição aos alunos, é o resultado de uma barbeiragem da Secretaria de Educação, que teria encomendado ao fornecedor 23 mil quilos, quando o necessário seriam 2.300. O 'kit cenoura', além de queimar um pouco mais a já tostada imagem do prefeito Washington Reis, está sendo visto pela oposição como "do descontrole nas aquisições de gêneros alimentícios" e já tem gente trabalhando numa representação junto ao Ministério Público.

Procedimentos continuam nesta quarta-feira

A Secretaria Estadual de Saúde realizou ontem (27), a Semana da Saúde em Nova Iguaçu, na Praça Rui Barbosa. Neste primeiro dia foram realizados mais de 3,9 mil atendimentos. O evento ainda contou com a apresentação do cantor Xande de Pilares e continua hoje, de 8h às 16h, com a presença da escola de samba Beija-Flor no encerramento. “A Semana da Saúde em Nova Iguaçu é um sucesso, no primeiro dia a população compareceu em peso. Amanhã teremos mais uma grande mobilização e estaremos esperando toda a Baixada Fluminense com atendimentos gratuitos”, disse o secretário Luiz Antônio Teixeira Jr.