A Prefeitura de Saquarema vai gastar R$ 147 mil por mês com um escritório de engenharia durante nove meses, sem deixar claro que tipo de serviço será prestado pelo valor global R$ 1.329.578,83. Contrato neste sentido foi firmado pela Secretaria de Obras e Urbanismo com a empresa Tetris Engenharia, com autorização da prefeita Manoela Peres...

Vendedor de frutas teve mercadorias recolhidas por guardas municipais... Enquanto isso as empresas  Água das Agulhas Negras e São Miguel fazem o que querem com a população

 

A população de Resende elegeu Diogo Balieiro Diniz em 2016 acreditando que o moço abraçaria aqueles que mais sofrem com as diversas deficiências da cidade... Só não sabia que ganharia um "abraço de urso". Entre aqueles que mais padecem pelas mazelas de um governo encharcado pelo marketing pessoal da figura do governante, com o dinheiro do povo, estão os comerciantes ambulantes, que não dispõem de uma política de regularização de suas atividades e sofrem quase que diariamente com as investidas de guardas municipais e fiscais de posturas.

Os alunos da rede municipal estão sem transporte regular, a merenda está à meia boca e tem escola precisando de manutenção urgente

 

No ano passado, de acordo com o Demonstrativo de Transferências de Recursos do Banco do Brasil, as transferências constitucionais para o município de Japeri – fora os repasses ao setor de saúde e eventuais verbas de convênio – somaram R$ 112,6 milhões, boa parte deste volume destinado a rede de ensino, mas isto não significa que as coisas estejam bem no sistema de educação. Japeri continua na lanterninha do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), os estudantes estão sendo transportados na base do improviso, a merenda escolar perdeu muito em qualidade em relação a 2018, e tem unidade precisando de manutenção com urgência...

Ao que parece, a Prefeitura de Saquarema é uma "mãe" para a empresa Rio Lagos, que explora as linhas municipais de ônibus. Em setembro de 2017 a prefeita Manoela Peres garantiu a concessionária uma redução de 3% no Imposto Sobre Serviço (ISS) e assumiu o compromisso de não reajustar a tarifa, o que ela deve ter esquecido, pois, via decreto – quando o correto seria um projeto de lei submetido à Câmara de Vereadores – Manuela, na semana passada, elevou o preço da passagem para R$ 3,85, o que desagradou em cheio os usuários do sistema de transporte coletivo de passageiros.

Sala adaptada funciona na Escola Municipal Mário Pinheiro, no bairro Santa Dalila

 

O Dia Nacional do Sistema Braille foi comemorado ontem em (8) com a inauguração da sala de iniciação em braille, que vai atender 25 alunos deficientes visuais que frequentam a rede municipal de ensino de Magé. O local conta com material didático adaptado para ajudar na alfabetização e na autonomia dos alunos cegos ou com baixa visão. "A proposta da sala é iniciar o braille para os alunos cegos ou com baixa visão. Nossa sala tem material todo adaptado feito exclusivamente para a necessidade de cada aluno da rede, de forma que ele consiga aprender o braille melhor e mais rápido. A sala também vai contar com computador e impressora em braille. Nosso ensino será lúdico, mas com seriedade.  A ideia é atrair atenção das crianças e mostrar a importância do sistema de escrita tátil que eles vão usar", explicou Irene Carracena, professora da sala.