O município tem 37 salas de recursos para alunos especiais

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Magé lançou a cartilha “Flexibilização e Adaptação curricular”, que complementa as políticas públicas educacionais direcionadas aos alunos da rede em situação de inclusão. De acordo com a secretária Álison Brandão, Magé aumentou em 80% o número de alunos especiais matriculados na rede, que conta com dois centros atendimento especializado. "Temos 37 salas de recursos, uma sala de Braille e mais duas salas para deficientes auditivos. Por isso aumento no número de alunos especiais", diz a secretária.

Três décadas já se foram e o antigo distrito continua dependendo de Resende

 

Os impostos abastecem os cofres da Prefeitura, os repasses constitucionais estão em dia, sem contar as verbas de convênio e de eventuais emendas parlamentares, assim como as transferências do Fundo Nacional de Saúde, mas é nas UPAs e hospitais de Resende que os moradores de Itatiaia, antigo quarto distrito, encontram socorro médico. O assunto foi abordado esta semana na Câmara de Vereadores da cidade-mãe, uma fala oportuna do vereador Reginaldo Paulo da Silva, o Reginaldo de Engenheiro Passos. O parlamentar lembrou, nas vésperas das comemorações do 30º aniversário da emancipação político-administrativa de Itatiaia, que enquanto Resende investe 35% de sua receita em Saúde, a Prefeitura itatiaiense gasta apenas 17%...

Inauguração de maternidade está com mais de um ano de atraso

 

O tão esperado Hospital-Maternidade Municipal de Queimados era para ter sido inaugurado em julho de 2018, mas com o atraso das obras e pelo fato de a Prefeitura não ter pago pela desapropriação do prédio da antiga Casa de Saúde Bom Pastor, a abertura foi remarcada para setembro do ano passado. Não aconteceu. A nova data agora é junho, mês que se inicia no próprio domingo, mas pelo andar da carruagem – mesmo com a Prefeitura afirmando que 90% das intervenções já estão prontas –, pode ser que ocorra um novo adiamento. Goste ou não a administração municipal, o fato é que o atraso elevou o preço contratado em mais de R$ 800 mil, chegando hoje ao valor global de R$ 3.222.893,96, uma diferença e tanto em relação ao contrato inicial de R$ 2.413.283,16, firmado com empresa BVB Engenharia em novembro de 2017.

Serão gastos mais de R$ 800 mil com a destinação dos resíduos

 

Quanto custa o serviço de coleta de lixo em Japeri? A pergunta é difícil de responder porque a Prefeitura não disponibiliza o contrato como determina a lei, mas uma licitação foi marcada para o dia 7 de junho, visando a contratação de uma empresa especializada na prestação de serviços de destinação de resíduos sólidos urbanos e tratamento e destinação de resíduos de serviços de saúde, com valor global estimado em R$ 824.760,00, o que, em tese, vai aumentar os gastos com a limpeza pública.

Estimativa de receita é de cerca de R$ 40 milhões

 

Parte de uma herança maldita deixada pela gestão anterior, um legado de pendências que por pouco não quebrou a previdência dos servidores de São João de Meriti, a dívida acumulada pelo Meriti Previ com os aposentados e pensionistas deverá ser saudada em sua totalidade até o final deste ano. Os recursos para isso, segundo o prefeito João Ferreira Neto, o Dr. João, virão da venda de duas áreas de terras sem utilidade para o município, que deverão ser leiloadas assim que um projeto de lei nesse sentido for aprovado.