Novo sistema operacional propiciará a ampliação da receita sem aumento de imposto

A Prefeitura de Rio das Ostras vai funcionar com uma nova estrutura operacional, um sistema de última geração que, além de contribuir para melhorar o atendimento ao contribuinte, vai ajudar a Secretaria de Fazenda ampliar a receita sem que haja a necessidade de criação ou aumento de imposto. Uma parceria nesse sentido foi firmada com o Banco do Brasil, visando oferecer atendimento mais rápido e fácil, além de possibilitar também o recadastramento imobiliário da cidade, permitindo efetuar a cobrança de tributos de uma forma mais justa e eficiente. O município passará a ter um Cadastro Multifinalitário, um sistema de registro dos elementos espaciais que representam a estrutura urbana e que permitem agilidade e diversidade no fornecimento de dados para atender diferentes funções, inclusive a de planejamento urbano.

Negociação pode ser feita diretamente na Secretaria de Fazenda

Os contribuintes em débito com o município de São João de Meriti poderão quitar dividas com o IPTU, ISS ou qualquer outro tributo ou taxa que tenha vencido até o final do ano passado, com isenção total dos valores da multa e dos juros que incidem sobre o principal. Quem tem uma taxa ou tributo de R$ 100, por exemplo, pagará apenas esse valor e ainda poderá optar pelo parcelamento em até seis vezes. É o programa "Negocia Meriti", lançado pela administração municipal para evitar transtornos judiciais aos moradores, o que ocorreria se o débito fosse parar na Dívida Ativa, o que significa dizer que a cobrança seria feita via Justiça. "Nossa proposta é facilitar e não complicar as coisas para o contribuinte. O município não pode deixar de cobrar as dívidas. Isso seria renúncia de receita, cabível de ser punida com uma condenação por improbidade administrativa. As pessoas podem procurar o atendimento na Secretaria de Fazenda, na Avenida Presidente Lincoln, 889", diz o vice-prefeito e secretário de Governo Gelson Azevedo.

Interessados podem se candidatar a partir do dia 4 de setembro

Estarão abertas a partir do próximo dia 4 nas unidades do No Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Centro e bairro Guarajuba, em Paracambi, as inscrições em cursos de capacitação oferecidos pela Prefeitura través do projeto Realize Mais. A Secretaria de Assistência Social abriu 300 vagas , com prioridade para os beneficiários do Programa Bolsa Família. O projeto é voltado para a qualificação da mão de obra, visando aumentar o nível de conhecimentos para alcançar melhores posições no mercado de trabalho. Ao todo são seis cursos - gestão pública, marketing empresarial, administração, secretariado, técnicas em vendas e empreendedorismo. A duração é de dois meses e as aulas começam no dia 2 de outubro, no Horto Municipal Chico Mendes, localizado na Rua Ely Do Amparo, no bairro Guarajuba. O prazo para inscrição termina no dia 22.

Rogério Lisboa se nega a pagar aluguel e unidade da PM poderá ser desalojada

Inaugurada em outubro do ano passado, a 1ª  Companhia Destacada do 20° Batalhão de Polícia Militar poderá ser desalojada a qualquer momento, tudo por causa da insensibilidade de um governo que confunde como pessoal um ato administrativo. O prefeito Rogério Lisboa (PR) está se recusando a formular um contrato de locação com o proprietário do imóvel no qual a unidade foi instalada em regime de comodato. Um galpão localizado na Rua Tabelião Murilo Costa foi cedido pelos proprietários à Prefeitura, o que ocorreu na gestão do prefeito Nelson Bornier, com o compromisso de que a partir de janeiro desde ano o governo passasse a pagar o aluguel. Como Lisboa – que tem o seu próprio efetivo de segurança pago pelos cidadãos iguaçuanos – a 1ª Companhia talvez não tenha nenhuma importância para ele e então tanto faz se esteja funcionando ou não. A 1ª Cia está baseada em frente ao prédio que por muitos anos abrigou a 52ª Delegacia Policial, um local estratégico. Foi aberta no dia 10 de outubro de 2016 e conta 154 homens e 16 viaturas. A ideia era reforçar o policiamento no centro e em bairros vizinhos, beneficiando diretamente cerca de 100 mil habitantes que, ao contrário do prefeito e seus familiares, não podem contratar segurança particular.

Diogo Balieiro vai ter que explicar mais uma: confirmou a festa e os shows antes de a licitação acontecer

Licitação marcada para contratar empresa para “vender” a festa não aconteceu

A grade de shows da 50ª Edição da Exposição Agropecuária de Resende (Exapicor), confirmada ontem (28) pela Prefeitura agradou a muitos, mas exalou também um forte cheiro de enxofre, que para os olfatos mais apurados pode ter saído dos subterrâneos do governo Diogo Balieiro Diniz. O documento confirma a presença da dupla sertaneja Maiara e Maraisa na noite do dia 28 de setembro, o que chegou a ser informado na agenda das cantoras antes mesmo do processo licitatório, no último dia 22. Como o valor da concorrência (R$ 100 mil) era considerado baixo se comparado ao prazo achatado para se captar os recursos do custeio da Exapicor, nenhuma empresa apareceu no Pregão 128/2017, o que na opinião de observadores mais atentos não passou de uma manobra para desestimular a concorrência em benefício de uma empresa pré-definida, supostamente 'conhecedora' dos meandros da festa. O prefeito divulgou um vídeo confirmando a realização do evento de aniversário da cidade, mas não deu detalhes sobre a empresa contratada.