Programa da Secretaria de Assistência Social já atendeu milhares de pessoas

Os bairros Hinterlandia e Monte das Oliveiras receberam o projeto Cidadania em Ação nos dias 27 de outubro e 1º de novembro, mas outras programações vão acontecer até o final do ano. A iniciativa é da Secretaria de Assistência Social, comandada pela secretária Daniela Carneiro e conta com apoio da Fundação Desenvolvimento Social de Belford Roxo (Funbel). O projeto oferece serviços sociais e ações de saúde, como vacinação contra a febre amarela e gripe, vaga legal, vale social, passe interestadual, casamento civil, sub-registro civil, registro tardio (reconhecimento de paternidade e maternidade voluntário), isenção da segunda via da carteira de identidade, certidões de nascimento, casamento e óbito, retificação da certidão, CPF e cartão do SUS, cadastro único e bolsa família.

Prime recebe quase três mais do que paga aos contratados e ainda atrasa salário

A Secretaria de Educação advertiu, pela terceira vez, a empresa Prime Administração e Serviços por atrasar o salário do pessoal encarregado do serviço de portaria das unidades da rede municipal de ensino de Nova Iguaçu. De acordo com os funcionários, os atrasos ocorrem desde maio e a Prefeitura sempre soube disso, mas o problema não foi suficiente para impedir a renovação, por mais seis meses, de um contrato firmado sem licitação no dia 16 de fevereiro. O prolongamento da "emergência" alegada para contratar a Prime sem o devido processo licitatório aconteceu depois que o Tribunal de Contas do Estado apontou irregularidades no edital de licitação e suspendeu o certame. A renovação aconteceu no dia 14 de agosto e dias antes a secretária Rojane Calife (foto) havia assinado a segunda advertência pelo mesmo motivo. 

A Prefeitura tem uma frota de 12 ônibus escolares. Três estão no galpão de sucatas do setor de transportes

A Prefeitura tem 12 ônibus escolares, mas já gastou mais de R$ 10 milhões com o serviço

Através do programa Caminho da Escola o governo federal deu a Silva Jardim - um pequeno município do interior fluminense - uma frota de 12 ônibus e mesmo assim a Prefeitura vem gastando, em média, R$ 2,2 milhões por ano com a locação de kombis para fazer o transporte de alunos, sem revelar, entretanto, quantos carros foram alugados e quantos estudantes efetivamente são beneficiados com o serviço, que de 2013 até hoje custou aos cofres públicos o total de R$ 10.242.411.94, valor considerado muito alto para o tamanho da cidade e do universo de estudantes na rede municipal de ensino. 

Já foram recuperados cerca de 40% da iluminação pública

A nova empresa responsável pela manutenção do sistema de iluminação pública de Rio das Ostras já atendeu moradores de oito localidades, religando cerca de 2.600 pontos de luz. O trabalho foi retomado a partir de uma nova licitação e vem sendo executado por cinco equipes.  Segundo a secretaria de Manutenção de Infraestrutura Urbana e Obras Públicas, em pouco mais de um mês, o município já recuperou cerca de 40% do seu parque de iluminação, beneficiando os barros Cidade Beira Mar, Praia do Cento, Jardim Bela Vista, Extensão do Bosque e Nova Cidade, entre outras localidades atendidas.

Decisão tomada pela Justiça em 2015 foi ignorada pela gestão anterior

Construídos pela Prefeitura durante a execução de um projeto de revitalização do centro da cidade e da orla, os quiosques de Rio das Ostras serão licitados para serem explorados de forma ordenada e dentro do que determina a lei. Decisão nesse sentido foi tomada pela Justiça em 2015, em ação impetrada pelo Ministério Público, através do núcleo da Promotoria de Tutela Coletiva da reguão, mas acabou ignorada pela administração anterior. Agora, dois anos depois, o prefeito Carlos Augusto Balthazar determinou os preparativos para o processo licitatório, que deverá ser concluído no início do próximo ano.