Sem pagamento, empresa suspende fornecimento de alimentação

Responsável pelo serviço de nutrição dietética para o hospital e o pronto socorro de Rio das Ostras, com contrato com a Secretaria Municipal de Saúde desde a gestão do prefeito Carlos Augusto Balthazar, a empresa Guelli Comércio e Indústria de Alimentos comunicou os funcionários das unidades que neste sábado, véspera de Natal, não vai servir qualquer tipo de alimento e justifica dizendo que está há três meses sem pagamento. De acordo com o sistema da Prefeitura, a empresa recebeu entre janeiro e setembro deste ano o total de R$ 3.050.842,96 de um empenho global de pouco mais de R$ 3,2 milhões. A administração municipal ainda não se pronunciou sobre o assunto. Ao todo a empresa já recebeu mais de R$ 11 milhões dos cofres da municipalidade. Além dos pagamentos deste ano a Guelli recebeu R$ 3.538.004,68 em 2015, R$ 4.180.518,40 no ano anterior e R$ 680.519,92 em 2013.

E professores devem receber novembro ainda hoje

O salário de novembro dos profissionais de ensino do município de Belford Roxo poderá cair nas contas correntes dos servidores ainda na noite desta quarta-feira ou, no máximo, durante o dia de amanhã. A Prefeitura anunciou que o pagamento do décimo terceiro poderá ser feito no próximo dia 28, só não revela se para todas as categorias ou apenas para o pessoal da Educação. Em mensagens enviadas agora a pouco ao elizeupires.com funcionários dizem que a administração estaria pagando faturas de alguns fornecedores e prestadores de serviços, priorizando alguns contratos. O prefeito Dennis Dauttman não foi encontrado para falar sobre o assunto. Matéria mais completa sobre o assunto está sendo produzida e será veiculada na próxima quinta-feira.

E em Duque de Caxias Justiça determina pagamento imediato

Ao contrário do que foi informado, os funcionários ativos, inativos e pensionistas de Guapimirim ainda não receberam o décimo-terceiro. A informação de que o abono natalino havia sido quitado em sua totalidade para todo o efetivo do município partiu de fontes da administração municipal e foi desmentida agora a pouco por servidores em várias mensagens enviadas ao elizeupires.com. De acordo com as mensagens, o prefeito Marcos Aurélio Dias (foto), estaria priorizando alguns fornecedores e prestadores de serviços, em vez de honrar os compromissos com o funcionalismo. O prefeito não foi encontrado para falar sobre o assunto e ninguém do primeiro escalão do governo se prontificou a esclarecer a situação. Já no município de Duque de Caxias os servidores - que ainda não receberam os vencimentos de outubro e novembro - estão amparados por uma decisão judicial que determina o pagamento imediato, sob pena de arresto nas contas da Prefeitura.

O município ganhou investimento em todos os setores

Com a entrada em operação, na última quarta-feira, de mais dois módulos da estação de tratamento, o primeiro distrito de Casimiro de Abreu passou a ter 100% do esgoto sanitário tratado. A inauguração marcou a conclusão de um projeto orçado em R$ 45 milhões, executado através de uma parceria entre a Fundação Nacional de Saúde e a Prefeitura, que, além do meio ambiente, favorece cerca de 30 mil pessoas diretamente. “É a maior obra de saneamento da história do município”, comemora o prefeito Antonio Marcos Lemos, que, depois de concluir dois mandatos consecutivos, vai deixar o cargo no próximo dia 31, passando o governo para o ex-prefeito Paulo Dames, que vai receber uma cidade em uma situação muito melhor, bem diferente da que ele deixou no dia 31 de dezembro de 2008.

A prefeita da cidade decidiu antecipar comemorações pelo Natal e o Ano Novo

Ontem foi o último dia de expediente nas repartições públicas municipais de Porto Real, cidade do interior do estado do Rio de Janeiro. É que a prefeita Maria Aparecida da Rocha Silva, a Cida (foto), decretou ponto facultativo nos dias 19, 20, 21, 22, 23, 26, 27, 28, 29 e 30, segundo o Decreto nº 2074, “em razão das comemorações de final de ano”. Cida, que é apontada como responsável pela pior gestão da história do ex-distrito de Resende, segundo algumas lideranças comunitárias locais, vai deixar o governo no próximo dia 31 “sem deixar saudade”. A partir de janeiro o município voltará a ser governado por Jorge Serfiotis, que já exerceu dois mandatos consecutivos. Serfiotis promete iniciar governo com uma reforma administrativa para, segundo ele “adequar o município à realidade financeira do país”, além de promover ações que facilitem a geração de empregos.