Com 117 anos a instituição é a escola de samba mais antiga do Brasil

Fundado no dia 14 de dezembro de 1900 com o nome Academia Mageense, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Flor de Magé foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro, título concedido pela Assembleia Legislativa, através de projeto de lei de autoria do deputado Comte Bittencourt. O título é resultado do esforço do advogado e historiador Antonio Seixas, que, em 2014, então presidente do Conselho Municipal de Política Cultural de Magé, trabalhou bastante para que a agremiação fosse reconhecida. O próximo passo agora é o reconhecimento a nível federal, o que será feito através do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), onde processo neste sentido já tramita. A conquista recebida como um valioso troféu por Élcio José dos Santos (foto), presidente da escola.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar