O candidato a deputado federal pelo PHS, Gelson Azevedo, vice-prefeito de São João de Meriti, está com agenda intensa de reuniões políticas. Mas vai colocar a campanha na rua pra valer no dia 25, com uma grande caminhada no município. A partir daí, a estratégia é dividir o tempo entre a cidade e os outros municípios fluminenses para que os eleitores de todo o estado possam conhecer as propostas do homem de confiança do prefeito João Ferreira Neto, o Dr. João. "Quero ser a voz do nosso município em Brasília e somar com uma boa representação para o nosso estado", afirma.

Evento em Queimados contou com sete prefeitos e mais de 100 vereadores 

 

O ex-prefeito de Queimados Max Lemos (MDB) lançou oficialmente a sua candidatura a deputado estadual com uma grande festa na noite de ontem (17). Com direito a fogos de artifício, bandeiras e faixas, o evento aconteceu no Queimados Futebol Clube e reuniu - segundo os organizadores - mais de cinco mil pessoas, entre eleitores e políticos de todo o estado do Rio. Entre as autoridades presentes estiveram o candidato a governador Eduardo Paes (DEM), o candidato ao Senado Cesar Maia (DEM), candidatos a deputado federal de vários partidos, entre eles o ex-ministro do Esporte, Leonardo Picciani (MDB); os prefeitos de Queimados, Carlos Vilela; de Petrópolis, Bernardo Rossi; de Quatis, Bruno Sousa; de Resende, Diogo Balieiro; de Paraíba do Sul, Alessandro Cronge Bouzada, de Macaé, Aluísio dos Santos Junior e Eduardo Guedes, de Itatiaia.

Justiça vai decidir se impugna ou não os registros de Sandro Matos e Zito

Pela lei, as contas de gestão do Poder Executivo - seja ele municipal, estadual ou federal - só são consideradas reprovadas depois do crivo do Poder Legislativo, a instância encarregada de decidir pela derrubada ou manutenção dos pareceres prévios contrários emitidos pelos tribunais de contas. Na quarta-feira (15) o Ministério Público Eleitoral apresentou pedidos de impugnação dos registros de candidaturas dos ex-prefeitos Sandro Matos e José Camilo dos Santos, o Zito, que governaram os municípios de São João de Meriti e Duque de Caxias, cabendo agora ao TRE acatar ou não, o que até final do expediente de ontem (16) não havia ocorrido.

PRP só fechou aliança com Patriota na disputa majoritária

 

A tão esperada aliança PROS,PRP e Patriota para deputado federal ficou apenas na conversa. O PROS que já havia pulado do barco, firmou uma coligação com o PSC, reunindo uma expectativa pelo menos 530 mil votos, o que seria suficiente para eleger ao menos quatro candidatos. Com isso sobrou ao PRP apenas o Patriota, mas a aliança na disputa proporcional não havia sido comunicada à Justiça Eleitoral, ficando a união apenas a nível de governador. Com isso o grande prejudicado é o deputado Walney Rocha (foto), que já não havia conseguido se eleger em 2014 e assumiu como suplente. Hoje a situação é complicada, pois Rocha corre o risco de conseguir um caminhão de votos e ficar de fora. Há quem defenda que ele recorra ao Judiciário contra a decisão da presidente do PRP, Eliane Cunha, pois a aliança era dada como certa.

O candidato a governador pelo PSD fará caminhada pela manha em Queimados

 

O candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro pelo PSD, Indio da Costa, inicia oficialmente sua campanha nesta quinta-feira (16) pela Baixada Fluminense, com uma caminhada em Queimados, terra de seu candidato a vice-governador, o delegado e deputado estadual Zaqueu Teixeira, do mesmo partido. A segurança pública será o foco máximo da campanha de Indio, que vem ouvindo e conversando com membros das polícias Civil e Militar. "A vida perdeu o valor no estado porque não existe governo. Temos visto pessoas morrendo porque os bandidos se sentem livres para agir, assaltar e matar inclusive os policiais que lutam, mas não têm as devidas condições para proteger a população. Temos visto gente atingida por bala perdida quando internada em hospital ou quando está levando seus filhos e netos para a escola. Crianças se abaixando nas escolas para fugir de tiroteio. Em todo lugar, a ousadia do crime cresceu, mas eu afirmo que tem solução. E é por meio do investimento nas polícias, com força na investigação e oferecendo os equipamentos e treinamentos adequados a todos os policiais", diz.