PRP só fechou aliança com Patriota na disputa majoritária

 

A tão esperada aliança PROS,PRP e Patriota para deputado federal ficou apenas na conversa. O PROS que já havia pulado do barco, firmou uma coligação com o PSC, reunindo uma expectativa pelo menos 530 mil votos, o que seria suficiente para eleger ao menos quatro candidatos. Com isso sobrou ao PRP apenas o Patriota, mas a aliança na disputa proporcional não havia sido comunicada à Justiça Eleitoral, ficando a união apenas a nível de governador. Com isso o grande prejudicado é o deputado Walney Rocha (foto), que já não havia conseguido se eleger em 2014 e assumiu como suplente. Hoje a situação é complicada, pois Rocha corre o risco de conseguir um caminhão de votos e ficar de fora. Há quem defenda que ele recorra ao Judiciário contra a decisão da presidente do PRP, Eliane Cunha, pois a aliança era dada como certa.