Gratuidade no transporte teria gerado propina alta em Niterói
Rio das Flores: pequeno em tamanho, grande na falta de transparência
UFC desenvolve ketchup à base de acerola, beterraba e abóbora
Crise financeira em Casimiro de Abreu não é tão feia como se pinta

...que não pode fornecê-la como brinde

 

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ontem (5) orientar a Justiça Eleitoral a liberar o uso de camisetas de candidatos pelos eleitores nos locais de votação neste domingo (7), primeiro turno das eleições. Conforme a decisão, o eleitor poderá usar camiseta com nome de seu candidato preferido, mas como forma de manifestação individual, sem fazer propaganda eleitoral a favor dele. De acordo com a lei eleitoral, está proibida a aglomeração de pessoas com vestuário padronizado, além de manifestações coletivas e ruidosas e qualquer tipo de abordagem, aliciamento ou persuasão de eleitores. A camiseta não pode ser distribuída pelo candidato. A questão foi decidida a partir de um questionamento do Ministério Público Eleitoral (MPE) diante de divergências criadas na atuação de promotores eleitorais em todo país, responsáveis pela fiscalização de propaganda eleitoral irregular. Em todo o país, ambulantes aproveitaram o engajamento dos eleitores no pleito para comercializar camisetas de candidatos.

De acordo com o Ministério Público Eleitoral, a legislação proíbe a distribuição de material de campanha no dia da eleição, como adesivos, broches, adesivos, mas a norma é omissa sobre o vestuário do eleitor.

(Com a Agência Nacional)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar