Educação midiática forma cidadão consciente, dizem especialistas
Guedes defende privatizações e diz que a velha política morreu
Tribunal enquadra Prefeitura de Japeri por contratar empresa sem frota
Remédios sem controle em Magé, diz relatório do TCU
Brumadinho, uma cidade inteira de luto

Os três tem base em São João de Meriti

 

O ex-prefeito de São João de Meriti, Sandro Matos, deve estar de cabeça inchada neste momento. Há 15 dias alardeou que toda a nominata do PHS seria revista "por nós" (referindo-se si a seu irmão Gil Matos, que, segundo ele, assumiria o comando do partido no estado) e acabou sendo o grande derrotado nas eleições proporcionais deste domingo: ele teve menos de 15 mil votos para deputado federal pelo PSD e ainda assim sua votação não foi computada, enquanto o PHS fez três deputados. O vice-prefeito Gelson Azevedo vai representar o município e a Baixada em Brasília, enquanto Marcos Mulher e Valdecy da Saúde exercerão mandatos de deputado estadual.

Ao lado do prefeito João Ferreira Neto, o Dr. João, Gelson Azevedo se pronunciou agora a pouco sobre a vitória nas urnas. "Estou muito feliz. É uma grande vitória. Agora é uma nova trajetória. Estarei ao lado do Dr. João como deputado federal trazendo tudo que for necessário para São João de Meriti e vou cuidar do meu estado do Rio de Janeiro também", disse.

Além de lutar pela reabertura do Hospital Infantil e pela duplicação dos viadutos que cortam São João, Azevedo promete projetos para a família e para reativar a economia. "Em Brasília, vou lutar pelos valores da família brasileira, vou cuidar do microempreendedor e propor leis para baixar os impostos", planeja. 

A vitória fortalece o Dr. João no município, já que Sandro Matos teve a candidatura a deputado federal impugnada e seu irmão, Marcelo Matos, não conseguiu se eleger deputado estadual. "O povo de São João de Meriti sofreu durante oito anos. E agora estamos colocando o município nos trilhos", desabafa o futuro parlamentar.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar