Gratuidade no transporte teria gerado propina alta em Niterói
Rio das Flores: pequeno em tamanho, grande na falta de transparência
UFC desenvolve ketchup à base de acerola, beterraba e abóbora
Crise financeira em Casimiro de Abreu não é tão feia como se pinta

Moradores da região passarão a contar com 12 cadeiras na Alerj e 10 em Brasilia

 

Com 110.167 votos, o belforroxense Marcio Canela (foto), foi o candidato a deputado estadual mais bem votado do MDB e Marina Pereira da Rocha a menos votada no estado. A ex-vereadora de Guapimirim somou apenas 12.294 votos, mas mesmo assim conquistou uma cadeira na Assembleia Legislativa pelo PMB. Ao todo os eleitores da Baixada Fluminense elegeram 12 deputados estaduais e nove federais. Entre os eleitos estão o vice-prefeito de São João de Meriti, Gelson Azevedo (PHS) e o presidente da Câmara de Vereadores de Nova Iguaçu, Rogério Teixeira Junior, o Juninho do Pneu (DEM). Dos atuais representantes da Baixada em Brasília três não conseguiram ser reeleitos: Felipe Bornier, Walney Rocha e Simão Sessim.

Além de Canela e Marina, estarão representando os municípios da região na Assembleia Legislativa Rosenverg Reis, Max Lemos, Carlos Augusto Nogueira Pinto, André Ceciliano, Luiz Martins, Deodalto Ferreira, Renato Cozzolino Harb, Vandro Lopes Gonçalves, Marcos Muller e Valdecir Dias da Silva.

Em Brasília estarão falando pela Baixada Fluminense, além de Gelson e Juninho, Daniela Carneiro, Luiz Antonio Teixeira Junior, Sostenes Cavalcante, Aureo Lídio, Rosangela Gomes, Gutemberg Reis, Joziel Ferreira Carlos e Helio Fernandes Barbosa Lopes, o mais votado em todo o estado, com mais de 345 mil votos.

*Matéria atualizada às 16:45 do dia 8 de outubro de 2018

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar