Waguinho elegeu a mulher com mais de 136 mil votos e seu vice também saiu das urnas como o segundo mais votado no estado

 

Em final de um mandato de deputado estadual conquistado a duras penas em 2014, o ex-prefeito de Duque de Caxias, José Camilo dos Santos, o Zito, nem de longe lembra o cacique das eleições municipais de 2000, quando, sem precisar de muito esforço, emplacou a mulher e o irmão em dois municípios vizinhos. Narriman Felicidade foi eleita em Magé e Waldir Camilo em Belford Roxo. Foram duas gestões desastrosas e ambos estão inelegíveis até hoje, assim como Zito, que teve seus 22.796 não computados por conta da impugnação do seu registro. Com votos de menos e problemas demais, José Camilo perdeu a pose e o posto de 'Rei da Baixada', conquistado agora pelo prefeito belforroxense: Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho (foto), conseguiu eleger a mulher, Daniela a deputada federal com mais de 136 mil votos e seu vice, Marcio Canela saiu das urnas como o segundo deputado estadual mais votado no estado.

Eleito prefeito em 2016 tendo o deputado estadual Márcio Canela como companheiro de chapa, Waguinho pegou um município falido e cheio de dívidas, além de unidades de saúde fechadas e escolas caindo aos pedaços. Muito criticado pelos servidores, ele foi arrumando a casa ao mesmo tempo em que parcelava as dívidas e salários, renegociava contratos e ia transformando a cidade em um canteiro de obras. Se apanha do funcionalismo é aplaudido nas ruas, aprovação traduzida em números invejáveis: Daniela Carneira somou 136.286 votos, ficando em primeiro lugar no MDB e na sexta posição entre os candidatos a deputado federal mais votados, enquanto Canela é o primeiro do MDB e o segundo deputado estadual mais votado em todo o estado do Rio de Janeiro.

"O segredo está no trabalho e no compromisso com a população. É isso que fazemos aqui em Belford Roxo. É simples assim", diz o prefeito.