Educação midiática forma cidadão consciente, dizem especialistas
Guedes defende privatizações e diz que a velha política morreu
Tribunal enquadra Prefeitura de Japeri por contratar empresa sem frota
Remédios sem controle em Magé, diz relatório do TCU
Brumadinho, uma cidade inteira de luto

Pastor evangélico perdeu reeleição para o Senado no Espírito Santo

 

O pastor e cantor evangélico, o senador Magno Malta (PR) era visto como imbatível no estado do Espírito Santo. De postura arrogante e muitas vezes intolerante, costumava fazer uma mistura entre a Bíblia e a Constituição para impor aquilo que defende como valores. Nessas eleições ele se deu mal. Tentou a reeleição disputando uma das duas vagas no Senado, mas foi atropelado por um trem chamado Fabiano Contarato, que candidatou-se pela Rede. Homossexual assumido, casado e pai, o delegado da Polícia Civil capixaba teve 1.117.036 votos, 31.1% da votação válida no estado. A segunda cadeira ficou com Marcos do Val, eleito pelo PPS com 863.359 votos, 252.075 a mais que Malta. O outro derrotado é o senador Ricardo Ferraço (PSDB). Fabiano pautou sua campanha na paz e no respeito mútuo, fez citações bíblicas e pregou a prevalência do amor sobre o ódio. Foi com essas armas que um "Davi" derrotou dois "Golias" de uma vez só.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar