Dinheiro foi creditado nos dias 3 e 4 de janeiro

Em vez de determinar logo o pagamento do mês de novembro aos profissionais da rede municipal de Educação, o prefeito de Belford Roxo, Wagner Carneiro dos Santos, o Waguinho (PMDB), resolveu atrasar mais um pouco. O novo governo anunciou ontem que primeiro vai fazer um recadastramento dos funcionários e que só depois se pronunciaria sobre o pagamento e, em reunião com representantes da categoria informou que a nova gestão vai programar a quitação dos salários deste e dos próximos anos para não haver mais atraso. Entretanto, não se falou nada sobre o que foi feito com o total de R$ 12.023.848,59 repassado no mês de dezembro pelo do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, que já logo nos primeiros dias deste ano creditou mais R$ 1.152.349,48 nos cofres da municipalidade. De acordo com o Demonstrativo de Distribuição de Recursos do Banco do Brasil, o Fundeb repassou ao município R$ 317.626,25 no dia 3 de janeiro e mais R$ 834.723,23 durante o dia de ontem (4).

 

Comentários  

0 #1 Amanda da Silva Sant 05-01-2017 10:24
Um novo tempo! Educadores sem ter o que comer ,três meses sem pagamento e agora terão de reproduzir uma lista de documentos para recadastrar e num ato de boa vontade receber dia 28!Um novo tempo de mais humilhações,esp era e insegurança!
Citar
0 #2 Amanda 05-01-2017 19:17
Um absurdo... os educadores em férias, sem dinheiro e inventam esse recadastramento , como tirar xérox dos documentos e ter passagem para chegar??? Se está faltando o que comer em casa... humilhante...
Citar
0 #3 Heloisa 05-01-2017 20:44
Quanto descaso da justiça com o servidor público. Temos os nossos direitos violados, aposentados passando necessidade básicas à sua sobrevivência, após ter trabalhado e contribuído durante anos de sua vida e a sociedade omissa a esta situação. Falam em reduzir despesas públicas, poderiam começar com a máfia da baixada. Municipalizaram , criaram prefeituras com a finalidade única de se apropriarem do dinheiro público. Nada fazem para o desenvolvimento local. Deveriam acabar com isso. Seria muito bom para os cofres públicos. Políticos desqualificados , ignorantes e aproveitadores de uma população carente. É uma corja que pensa e decide junto a roubalheira. Uma prefeitura somente pela baixada, já estava de bom tamanho.
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar