Prefeito ignora lista de aprovados em concurso realizado em 2016

Embora o atendimento ao público na Prefeitura de Japeri só vá começar no dia 6 de março, a movimentação por lá vem sendo grande e aumentou muito ontem. É que o prefeito Carlos Moraes Costa decidiu que vai contratar servidores temporários e para isso está disposto a anular o concurso público realizado no ano passado, no qual foram oferecidas 214 vagas em cargos de nível fundamental e médio, com salários base entre R$ 880 a R$ 1.089,53. As provas foram aplicadas no início de dezembro para cerca de sete mil inscritos e o resultado final homologado, bastando apenas fazer as convocações. Os aprovados dentro do número de vagas imediatas ficaram revoltados ao tomarem conhecimento de que as funções para as quais concorreram e foram classificados poderão ser preenchidas por pessoas indicadas por vereadores da base do governo.

Com validade de dois anos, o processo seletivo de ampla concorrência vai vencer no dia 29 de dezembro de 2019. Para não fazer as convocações agora a nova gestão alega dificuldades financeiras. Sendo assim, quem vai pagar os salários dos temporários?

Estão aguardando convocação 40 auxiliares de serviços gerais, 30 merendeiras, 30 agentes administrativo, 25 agentes educador, 20 inspetores de alunos, 20 vigias, 20 secretários escolar, 10 pedreiros, 10 motoristas, três bombeiros hidráulicos e seis pintores, que certamente deverão ter que recorrer à Justiça para terem direito às vagas conquistadas no concurso.

Comentários  

+3 #1 EU 24-01-2017 13:24
Vocês têm o edital de contratação de temporários?
Citar
+2 #2 Simom 25-01-2017 15:49
hoje o CRAS está lotado de pessoas tentanto contrato nas mesma vagas do concurso.
Temos que lutar por um direito nosso explicito em lei que ninguem fiscaliza.
Citar
+3 #3 santos 26-01-2017 09:18
Pessoal entre com uma ação coletiva contra esse tirano,e verá que á justiça vai acabar com esse coronelismo em japeri.quem passou tem direito,já esses oportunista que vão pedir trabalho em outro lugar.
Citar
+1 #4 ANDREIA 26-01-2017 23:43
VIROU MODA NÉ?? UMA PALHAÇADA ISSO
Citar
+2 #5 Mariana 27-01-2017 08:14
Obrigada pela denúncia!! Espero que logo logo a justiça seja feita e o que é nosso de direito possa vir.
Citar
+2 #6 Mariana 27-01-2017 08:16
Logo a justiça será feita e teremos as nossas nomeações.
Citar
+2 #7 Vitor 27-01-2017 10:47
O triste é que temos que lutar por um direito explicito na Lei de que ninguem fiscaliza.(grat idao pela reportagem Elizeu Pires).
Citar
+2 #8 Alex 23-02-2017 17:44
Muitos simples.
Ação coletiva contra o prefeito.
Motivo : Ignorar i artigo da constituição que garante o direito dos concursados de assumirem os cargos e vai ales , pois o edital é bem explícito e menciona o cadastro de reserva.
Se a prefeitura quer contratar cerca de 600 temporários, então a vacância é bem maior do que se imagina.
Como a prefeitura vai pagar todo esse povo???
Um mandado de segurança já é o suficiente.
Abaixo com esse banditismo na prefeitura !!!
Citar
+1 #9 Sérgio Wallace 04-11-2017 19:49
olá pessoal, olá Elizeu Pirez, boa noite/bom dia ou mesmo boa tarde...
Então pessoal, eu sou um dos aprovados e classificados no concurso da prefeitura de japeri de 2016 para o cargo de inspetor de aluno e como todos que aqui estão expressando sua insatisfação venho também me pronunciar. Acho que temos que reunir os classificados no concurso e abrir um processo coletivo a fim de reinvindicarmos nossos direitos. Poderiamos começar trocando contatos de email e talvez telefone ou qualquer forma de comunicação. Essa é uma quadrilha organizada e rápida que age ás escuras surpreendendo a todos e temos que nos organizar e agir tão logo seja possível...
reunam o máximo de pessoas e peguem os contatos e quem sabe até criemos um blog para reunir todos e deixar todos a par dos acontecimentos. .. meu email e meu telefone com whatsapp... 21 96987 0238
desde já agradeço...
Citar
0 #10 Léa 30-07-2018 13:15
estamos esperando até hoje essas Nomeações, será que agora sai? Tenho Fé que a Justiça seja feita!
Citar
0 #11 Léa 30-07-2018 13:19
Citando Alex:
Muitos simples.
Ação coletiva contra o prefeito.
Motivo : Ignorar i artigo da constituição que garante o direito dos concursados de assumirem os cargos e vai ales , pois o edital é bem explícito e menciona o cadastro de reserva.
Se a prefeitura quer contratar cerca de 600 temporários, então a vacância é bem maior do que se imagina.
Como a prefeitura vai pagar todo esse povo???
Um mandado de segurança já é o suficiente.
Abaixo com esse banditismo na prefeitura !!!



Vamos nos Unir , precisamos lutar por nossos direitos!
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar