Só nesta segunda-feira foram arrestados mais de R$ 5 milhões

Pendências da gestão passada estão desfalcando as finanças da Prefeitura de São João de Meriti. Só nesta segunda-feira foram feitos dois bloqueios em contas bancárias da administração municipal, com o arresto de R$ 5,1 milhões, dinheiro que seria usado para começar a pagar os salários dos servidores. Os bloqueios, segundo o vice-prefeito e secretário de Governo, Gelson Azevedo, vêm acontecendo mensalmente. Hoje foram arrestados R$ 3,3 milhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e R$ 1,8 milhão do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o que afeta diretamente os salários dos profissionais da rede municipal de ensino.

Ao longo do ano, com vários bloqueios mensais, cerca de R$ 30 milhões já ficaram retidos por decisão judicial para quitar débitos deixados pelo governo passado. A situação começou em janeiro e tem se repetido todos os meses. "A cada dia somos surpreendidos com um novo bloqueio. É um dinheiro que poderia estar sendo usado em benefício da população de São João de Meriti. Entregamos o caso à nossa Procuradoria pra ver o que pode ser feito", completa, Gelson Azevedo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar