E também tem contrato com a Prefeitura de Nova Iguaçu

O imóvel de número 1305 da Rua Minas Gerais, no bairro Vila Treze de Maio, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, é conhecido na cidade como "galpão do deputado Walney Rocha" (PEN/Patriota-RJ), mas desde o ano passado é a sede da Construtora Express Retiro de Volta Redonda, que trocou a cidade do aço por Nova Iguaçu, uma mudança que parece ter dado muita sorte ao dono da empresa, Anderson da Costa Silva, que entre maio e agosto de 2017 firmou dois grandes contratos na região, um de mais de R$ 16 milhões com a Prefeitura de Nova Iguaçu e outro no total de R$ 2.320.268,87 com a Prefeitura de Japeri.

Além do endereço, outro detalhe chama a atenção: a inscrição 1025764550096, datada de 24 de março de 2016, revela que um Anderson da Costa Silva filiou-se ao PEN, legenda que, agora rebatizada de PEN/Patriota, é presidida por Walney no estado do Rio de Janeiro. 

O primeiro contrato da Express na Baixada Fluminense é o de número 011/2017. Foi assinado no dia 25 de maio com a Prefeitura de Japeri para fazer a manutenção do sistema de iluminação pública por um período de 12 meses. O segundo, o 026/2017, foi assinado no dia 31 de agosto com a Prefeitura de Nova Iguaçu, com o mesmo objeto e prazo que o de Japeri. O valor total é de R$ 16.018.300,93.

O deputado, que entrou de corpo e alma na campanha do prefeito iguaçuano, Rogério Lisboa (PR), é apontado na cidade como responsável pelas nomeações do secretário de Saúde e do presidente da Companhia de Desenvolvimento de Nova Iguaçu, a Codeni, uma autarquia que custa cerca de R$ 3 milhões por mês, mas não consegue nem tapar os buracos das vias públicas, uma de suas atribuições.

 

Arquivos relacionados:

Empresa sem frota tem contrato de R$ 3,3 milhões em Japeri

Ex-chefe de Obras Públicas tem contratos de R$6,9 milhões em Japeri

Empresas abertas depois da eleição faturam em Japeri

Japeri aumenta em muito gastos com merenda escolar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar