Um processo licitatório aberto pela Prefeitura de Guapimirim para a compra de um aparelho de raios-x entrou na mira do Ministério Público. É que um equipamento semelhante,  novinho em folha, está guardado nos fundos do Hospital Municipal José Rabello de Mello e, além disso, Centro de Imagens inaugurado em outubro do ano passado funciona com máquinas alugadas, o que, no entender da promotoria, eliminaria a necessidade de compra. O caso do aparelho sem uso no hospital é objeto de um inquérito aberto pela 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva (Núcleo Magé) e a promotora Marcela do Amaral Amado quer que a Prefeitura explique a origem e o destino que será dado ao equipamento encaixotado, alem de apresentar justificativas para a realização de procedimento licitatório visando à compra de outro aparelho.

Acionado por uma denúncia a promotora esteve no hospital municipal e deparou com o aparelho nos fundos da unidade. A equipe do MPRJ foi recebida pela diretora administrativa da Unidade, Luciana Brisson, que afirmou que o equipamento havia sido doado pelo governo estadual, mas não apresentou nenhum documento que comprovasse isso.

A promotora quis saber também sobre a licitação aberta para a compra de um novo aparelho de radiografia e ouviu do diretor de enfermagem do Hospital, Eduardo Fernandes da Silva, que equipamento será direcionado para o Centro de Imagem ou para o Posto de Saúde João Arruda, o que foi negado pela direção dessas duas unidades.

 

Comentários  

0 #1 marilene 19-02-2018 12:00
Rs, Guapimirim nao tem jeito, colocam pessoas incapacitadas para serem chefes, a diretora do hospital nao sabe de nada, afinal é professora e colocam para dirigir um hospital, se bobear não sabe nem para que serve o tal aparelho. O chefe da enfermagem está ali pois é um puxa saco do prefeito e deu informações destorcidas, se não sabe o que falar cala a boca.. Engraçado ele dizer que vai para o centro de imagens e lá faturam alto para fornecer o serviço para a prefeitura, o MP tinha que investigar pois tá arriscado os equipamentos que lá estão serem até de prefeitura e sendo alugados superfaturados para a prefeitura. Pobre Guapimirim
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar