O ônibus de placa LUX-5966 foi licenciado pela última vez em 2013 e tem quatro observações de restrição judicial anotadas

Prefeitura ainda não tomou nenhuma providência para tirar os veículos de circulação

Quinze dias já se passaram desde a denúncia de que ônibus que deveriam ter sido apreendidos há muito estão transportando os alunos da rede municipal de ensino de Japeri, mas até agora a Secretaria de Educação não tomou nenhuma providência para substituí-los. Muito pelo contrário: na manhã de ontem o elizeupires.com flagrou mais um veículo irregular prestando o serviço ao município. É o ônibus de placa LUX-5966, que deveria ter sido retirado das ruas em 2014, quando o último licenciamento, feito em 2013, venceu. Esse veículo está na mesma situação de pelo menos outros dois, que, iguais a ele, encontram-se com restrição judicial. Os ônibus irregulares fazem parte de uma frota de 12, alugada pelo Prefeitura junto à JL Transporte e Construção, por um período de 11 meses e valor global de R$ 2.712.608,69, mais de R$ 246 mil por mês, um faturamento e tanto.

Além dos ônibus sem licenciamento e com restrição judicial, a frota locada pela Prefeitura tem como cor predominante o amarelo, mas o que consta na documentação é a branca. Isso, por si só, impede a circulação dos veículos, que, pela lei, podem ser recolhidos pela Polícia Militar ou pelos agentes do Detran e levados ao depósito público, permanecendo por lá até que sejam legalizados. Entretanto, os policiais militares que atuam no município - tão rigorosos em relação aos veículos particulares -, não voltam os olhos para a frota alugada pela municipalidade.

A JL foi contratada sem licitação no do dia 13 de fevereiro de 2017 por um período de 90 dias, ao preço de R$ 715.743,87, com a Prefeitura alegando emergência. Em agosto foi firmado o Contrato 026/2017 e, ao que parece, ninguém do governo se preocupou em checar a documentação da frota.

Conforme o elizeupires.com revelou nos dias 20 e 22 de fevereiro, estão com licenciamento vencido os ônibus de placas LVA-5531 (licenciado pela última vez em 2014 e consta no sistema do Detran com restrição judicial) e LVD-6554 (licenciado pela última vez em 2011) e com duas restrições, uma judicial e outra imposta pelo Detro) e agora o de placa LUX-5966.

 

Matérias relacionadas:

Japeri paga caro para ônibus irregular transportar alunos

Japeri insiste com ônibus irregulares no transporte escolar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar