Contrato prevê gasto de R$ 750 mil em propaganda apesar da crise alegada para justificar falta de obras

Moradores dos arredores do prédio de número 47 da Rua Getúlio Vargas, no bairro Vila Columbia, em São João de Meriti, não se lembram de já terem ouvido falar na Podemos Publicidade e Marketing, mas é lá que – segundo consta no cadastro feito junto à Receita Federal – que a empresa contratada no dia 6 de setembro de 2017 pela Prefeitura de Japeri está sediada. Assim como a agência de criação e intermediação de propaganda é desconhecida, no Portal da Transparência do município não há nenhuma cópia digitalizada do contrato 058, firmado no valor de R$ 750 mil para a prestação dos serviços de publicidade, por um período de 12 meses.

O número 47 é um prédio com lojas no térreo e apartamentos residenciais. No portão do que parece ser uma garagem há uma placa anunciando que algumas unidades estão disponíveis para locação, mas não existia na fachada, pelo menos até a última sexta-feira (4) nenhum banner ou letreiro com o nome da agência ou número de telefone. Alias, o endereço eletrônico registrado junto ao Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) é de um escritório de contabilidade, bem como o número de telefone fixo.

Desde que assumiu o governo (em 1º de janeiro de 2017) que o prefeito Carlos Moraes Costa vem reclamando da falta de recursos e as únicas ações da Prefeitura tem sido a pintura de meios-fios e capina.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar