Era nomeado no gabinete do sobrinho dela

 

Preso sob a acusação de participar de um esquema montado, segundo denúncia do Ministério Público, para fraudar processos nos quais a ex-prefeita Núbia Cozzolino figura como ré na 1ª Vara Cível de Magé, o advogado Bruno Augusto Duarte Lourenço esteve nomeado na Assembleia Legislativa, com lotação no gabinete do deputado estadual Renato Cozzolino Harb (foto), sobrinho de Núbia, até 31 de janeiro deste ano, quando foi exonerado através do ato E/MD/Nº 189/2018. Segundo consta nos registros da Alerj ele exerceu a função de assessor por nove meses, o que coincide com a atuação dele na defesa de interesses particulares de membros da família Cozzolino, como na ação 0023118-20.2017.8.19.0029, distribuída no dia 22 de dezembro do ano passado. Neste processo ele representava o Posto Fragoso, do qual o deputado é um dos donos.

Pelo que está nos registros da Assembleia Legislativa, Bruno foi nomeado para o cargo em comissão de Assessor Parlamentar IX, símbolo CCDAL – 9 no dia 11 de abril de 2017, através do ato E/MD/Nº 2168/2017, preenchendo vaga aberta com a exoneração de Alessandra Araújo da Costa.  

Ainda segundo os registros da Alerj,  ele também representou Magé como parlamentar juvenil em 2005, quando cursava o ensino médio no Colégio Estadual José Veríssimo, onde estudou entre 2004 e 2006.

Na época, durante a sessão de encerramento do projeto Parlamento Juvenil ele fez a seguinte afirmação: "Meu nome é Bruno Augusto, sou de Magé. Numa sessão de encerramento, eu não poderia deixar de registrar a minha presença. Trago, hoje, para o Plenário, uma frase que, desta vez, não é minha, é do ‘Rei’: Se chorei ou se sofri, o importante é que emoções eu vivi... Meu nome é Bruno Augusto, eu amo o meu colégio, amo minha cidade, amo meu município, amo meu estado e amo o meu país".

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar