Alvos são vereadores e empresários

 

Doze 12 mandados de busca e apreensão em endereços de vereadores, empresários e na sede da Câmara Municipal foram cumpridos nesta sexta-feira (11) pelo Ministério Público em Petrópolis, na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro. A operação se dá em processo no qual foram denunciados os vereadores Paulo Igor da Silva Carelli; Ronaldo Luiz de Azevedo Carvalho, o Ronaldão; Luiz Antônio Pereira Aguiar, o Luizinho Sorriso; Reinaldo Meirelles da Sá, Wanderley Braga Taboada e o ex-vereador Marcos Luiz Bernardes Souza, o Marcos Montanha, além de empresários com contratos com o Poder Legislativo local.

A operação de hoje foi batizada de Sala VIP, uma alusão ao local onde Paulo Igor – ex-presidente da Câmara – fazia a distribuição da propina pelo. A ação, segundo o MP informou hoje em seu site, "é um desdobramento da Operação Caminho do Ouro, deflagrada em abril do ano passado e que resultou na prisão de Paulo Igor e do vereador Luiz Eduardo Francisco da Silva, além da apreensão de aproximadamente R$ 155 mil na casa de Paulo Igor. Naquela ocasião, as cédulas estavam divididas em 15 maços de dinheiro (cinco deles contendo papéis com as inscrições de apelidos e iniciais dos nomes de vereadores agora denunciados)".

Na ação anterior foi apreendido o total de cerca de R$ 239 mil na casa de Wilson da Costa Ritto Filho, responsável pela empresa Elfe Soluções em Serviços, que, segundo o Ministério Público, "foi favorecida em licitação fraudulenta ocorrida na Câmara Municipal de Petrópolis".

Durante a investigação foi constatou superfaturamento de R$ 1 milhão em contrato com a Elfe Solução e de R$ 400 mil na contratação da Crystal Service Conservação.

Matérias relacionadas:

Promotoria quer limpar a Câmara de Petrópolis

MP enquadra mais um vereador de Petrópolis

Mais um escândalo na Câmara de Vereadores de Petrópolis: presidente da Casa tem prisão decretada por fraude em licitação

MP quer suspender pagamento de vereador por fraude em licitação, desvio de dinheiro público e formação de quadrilha em Petrópolis

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar