Prefeitura não divulgou ainda a ata do certame nem publicou nada sobre um pregão de mais de R$ 14,5 milhões para o fornecimento de gêneros alimentícios

 

Saiu o prefeito Carlos Moraes Costa, entrou o vice-prefeito Cesar Melo (foto) e a falta de transparência com os gastos publico continua em Japeri. A administração municipal que não disponibiliza contratos, termos aditivos nem a lista de fornecedores e prestadores de serviços com os valores pagos, é a mesma que abriu um processo de licitação para os gêneros alimentícios da merenda escolar, realizou o pregão há exatos 16 dias, mas ainda não divulgou a ata do certame nem o resultado, não informando quantas empresas concorreram ou se alguma delas apresentou recurso. Pelo que estava programado a licitação ocorreu no dia 21 de fevereiro. Até agora não se sabe de nada sobre o assunto, pois o governo não informa coisa alguma...

Até bem pouco tempo a Prefeitura de Japeri não disponibilizada os editais de licitação em seu site oficial e os interessados em concorrer tinham dificuldades em retirar o documento, o que acabava restringindo a competição, conforme o Tribunal de Contas do Estado já havia constatado em alguns casos. Recentemente, depois de uma bronca do TCE, os editais passaram a ser divulgados no portal e o da merenda está lá, mas até o final do expediente de ontem (7), nada de resultado e o último boletim oficial postado é o de número 4348, datado de 1º de março.

A licitação da merenda escolar era para ter ocorrido há pelo menos três meses, para que houvesse tempo suficiente para concluir o trâmite antes do início do ano letivo. A falta de planejamento acabou atrasando tudo e até agora a Prefeitura explicou como está sendo feito o fornecimento da merenda escolar, já que a licitação só foi feita no dia 21 do mês passado e o vencedor ou vencedores do certame ainda não tiveram seu nomes divulgados.

Conforme já foi revelado, o valor global estimado no edital é de R$ 14.553.731,84 R$ 9,38 por um ano de contrato, números que superam em muito o valor licitado em 2017 (pouco mais de R$ 4 milhões) pelo município de São João de Meriti, que com um número muito maior de alunos, está gastando atualmente cerca de R$ 6 milhões por ano, segundo informações da administração local. Em 2017 a Prefeitura de Japeri firmou quatro contratos com duas empresas, chegando a R$ 11,9 milhões.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar