Com valor estimado em R$ 417 milhões a licitação foi remarcada para segunda-feira

 

Marcada inicialmente para ontem (7), a abertura dos envelopes da concorrência pública para a gestão do Complexo Estadual de Saúde da Penha – formado pelo Hospital Getúlio Vargas e uma UPA 24 horas – foi transferida para a próxima segunda-feira (11) pela Secretaria de Saúde e já tem gente gritando. Representantes de algumas organizações sociais, as chamadas OS, reclamam de que algumas delas estariam sendo desclassificadas "por questões mínimas" e apontam como "favorito" a vencer o processo licitatório o Instituto Diva Alves do Brasil (Idab), uma OS de Alagoas que teria agora em seus quadros ex-membros da Organização Social Pró-Saúde, instituição da Igreja Católica, que já geriu o HGV e chegou a ser denunciada por supostas contratações irregulares de médicos e envolvimento em esquema de corrupção no governo Sérgio Cabral. De acordo com um concorrente, a instituição que ele representa está sendo tirada da certame sob a alegação de que o estatuto da entidade "não está claro".

A concorrência em questão é a de número 002/2019, com as propostas devendo ser abertas às 9h de segunda-feira. Além data da abertura dos envelopes, foi alterado também o prazo para realização da visita técnica obrigatória, que se encerraria no dia 1º de março e terminou nesta sexta-feira (8).

De acordo com o edital, o contrato tem o valor máximo estimado em R$ 417.973.824,00, sendo R$ 16.090.064,00 mensais de custeio para o Hospital Getúlio Vargas e R$ 1.225.512,00 para a Unidade de Pronto Atendimento 24h, com mais R$ 2,4 milhões de investimento em dois anos.

A Pró-Saúde está sendo investigada pela força-tarefa da Operação Lava Jato por supostos atos de corrupção. Um ex-padre confessou sua participação no esquema, que teria desviado cerca de R$ 60 milhões dos cofres públicos do Rio de Janeiro na gestão de Sergio Cabral.

*O espaço está aberto para qualquer manifestação. Com a palavra a Secretaria Estadual de Saúde.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar