Um carro equipado com a câmera identifica se o veículo tem alguma

 

Iniciada há um mês, a Operação Detran Seguro conta com o apoio de câmeras OCR, que permitem o reconhecimento óptico de caracteres das placas, fazendo com que seja possível selecionar previamente os veículos que serão abordados. A tecnologia tem contribuído para garantir mais agilidade ao trabalho de fiscalização que substituiu a vistoria anual veicular, além de minimizar os efeitos das blitzes no trânsito. Um carro equipado com a câmera identifica pela placa se o veículo ou proprietário tem alguma pendencia com o Departamento de Trânsito. O agente é alertado por meio do uso de smartphones.

"Os agentes dão prioridade aos veículos que apresentam irregularidades captadas pelas câmeras inteligentes, que fazem uma checagem automática na base de dados do Detran. Se o veículo é roubado, se o veículo está com licenciamento atrasado, entre outras irregularidades, o sistema alerta a equipe da operação. O informe aparece com uma coloração diferente no aparelho de celular", explicou o Analista de Gestão de Planejamento da Coordenadoria de Fiscalização, Marcus Moreira.

Mais de 23 mil veículos vistoriados – No primeiro mês de operação Detran Seguro mais de 23 mil veículos foram vitoriados e 947 autos de infração aplicados (569 na Região Metropolitana e 378 nas outras regiões do Estado). Nas 46 operações realizadas (30 na Região Metropolitana e 16 nos demais municípios) apenas 330 veículos, que não se encontravam em condições de circular, foram removidos. Os demais foram liberados após o condutor solucionar o problema no local ou tiveram o CRLV retido para ser devolvido no posto do Detran após a solução do problema apontado. A maioria das multas aplicadas foi por falta de licenciamento dos veículos (256) e má conservação (116). A Operação Detran Seguro visitou 17 municípios, além do Rio. Na capital, a operação foi realizada em 11 bairros.

Segundo o vice-presidente do Detran, Marcelo Bertolucci, as ações realizadas até agora apresentaram saldo positivo. A população tem entendido a operação que é planejada para ser realizada em pista larga, de mão única, sempre no contrafluxo do trânsito e fora dos horários de maior movimento para evitar maiores transtornos ao cidadão.

"Nossos agentes estão sendo muito bem recebidos. A população compreende que a fiscalização é importante e que devemos zelar pela segurança no trânsito. As ações têm cumprido o seu papel, retirando das ruas veículos malconservados, que levam risco para a segurança no trânsito, e conscientizando os condutores sobre a importância de manter a documentação obrigatória, o CRLV e a CNH, em dia", destacou o vice-presidente.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar