Realizado pela empresa G-Strategic Gestão, o concurso público aberto em 2016 pela Câmara de Vereadores de Queimados, na Baixada Fluminense, pode render muito mais que uma investigação interna da Casa, onde foi instalada esta semana uma Comissão Especial de Investigação. É que alguns candidatos, animados com o afastamento do presidente  Milton Campos pretendem buscar ajuda junto ao Ministério Público, diante da suspeita de fraude levantada com a denúncia de que o procurador Cassius Valério Teixeira da Silveira, teria forjado um diploma de mestrado para auferir mais pontos na prova de títulos e garantir a única vaga oferecida nessa função.

O afastamento do presidente foi decidido na última terça-feira (11), assim como o do procurador, um técnico em contabilidade e uma agente administrativa por 60 dias, tempo que os integrantes da CEI têm para concluir a apuração.

A suspeita de fraude surgiu com a desconfiança de um vereador, que resolveu conferir a documentação dos aprovados. Como o diploma de mestrado do procurador não foi encontrado e ele não atendeu aos pedidos para apresentá-lo, decidiu-se então pela Comissão Especial de Inquérito, pois a situação agravou-se depois de a empresa que promoveu o concurso ter entregue um diploma identificado como falso pela Universidade Iguaçu (Unig), que supostamente o teria emitido.

O concurso foi para preencher 10 vagas imediatas nas funções de auxiliar administrativo e de secretaria; gestor de patrimônio, procurador, recepcionista, redator de ata e tesoureiro. Ao todo foram inscritos 1.191 candidatos, 372 para a única vaga de procurador, cargo que tem vencimento de cerca de R$ 9 mil.

Cassius Valério perdeu para pelo menos sete candidatos em conhecimentos específicos, provas objetivas e  discursivas, mas superou a pontuação deles na prova de títulos. Ele somou 178,10 pontos, contra a segunda colocada, uma advogada que obteve 75,00 pontos em conhecimentos específicos, 75,00 na prova objetiva e 89,20 na discursiva, mas somou 6,50 na prova de títulos.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar