Agentes do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Rio de Janeiro cumpriram nesta terça-feira (23), mandados de busca e apreensão no setor de ISS da Prefeitura de Casimiro de Abreu, em um escritório de contabilidade e em endereços ligados a fiscais municipais. A operação se deu num âmbito de investigação sobre uma organização criminosa voltada para a cobrança de propina de empresários que atuam no município.

Segundo a denúncia que gerou a investigação, os fiscais alvos do inquérito utilizavam-se do acesso aos dados do Simples Nacional para a cobrança irregular de tributos municipais e posterior extorsão dos comerciantes.

O MP obteve documentos e comprovantes que confirmaram as suspeitas de cobrança de propina por parte dos fiscais através da intermediação de uma contadora já identificada. Pelo que foi apurado, ela fazia transferências de sua conta bancária para as de um dos fiscais e sua esposa.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar