A região é formada por Paracambi, Seropédica, Japeri, Queimados, Nova Iguaçu, Mesquita, Belford Roxo, Nilópolis, São João de Meriti, Duque de Caxias, Magé e Guapimirim

A regularidade está nos municípios de Magé, Queimados e Japeri

Dos doze municípios que formam a Baixada Fluminense apenas Magé, Queimados e Japeri estão conseguindo manter os compromissos com os servidores em dia, inclusive com os ocupantes de cargos comissionados. A situação mais preocupante é verificada em Belford Roxo, onde o salário dos professores efetivos deverá ser pago amanhã, mas há casos de profissionais que não recebem desde maio, situação dos permutados e das diretoras de escolas. Estas estão indo para o quarto mês sem ver a cor do dinheiro, mesmo situação dos nomeados em cargos de confiança em todas as secretarias que formam a administração municipal.

Já foi produzido um volume de água equivalente a mais de seis mil piscinas olímpicas cheias por ano (Foto: Clarice Castro)

Campanha junto a pequenos produtores começou há seis anos

Além das verduras e dos legumes que todas as manhãs abastecem o mercado no estado inteiro, eles produzem água. São os agricultores familiares fluminenses que, incentivados pelo programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura, contabilizam hoje 5.152 nascentes preservadas. A ideia foi lançada em 2010 com o objetivo de contribuir para o abastecimento das cidades e para o desenvolvimento sustentável após a Olimpíada. Vem dando tão certo que será ampliada e, de acordo com informações da secretaria, o volume estimado de água produzida pelas nascentes equivale a mais de seis mil piscinas olímpicas cheias por ano.

O prefeito Dennis Dauttmam não está conseguindo honrar os compromissos nem com os servidores

Nem os funcionários da Educação sabem quando vai receber

Acostumados a pagar suas contas em dia, pois atuam no único setor que tem recurso garantido para cobrir os salários, os servidores da rede municipal de ensino de Belford Roxo vão ter de adiar seus compromissos. O mês de julho ainda não foi pago e nada garante que o pagamento vai sair no início da próxima semana. Vai depender, informa a Secretaria de Fazenda, do que entrar, na terça-feira, de repasse do ICMS e de uma parcela do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, que vem caindo assustadoramente nos últimos três meses. Em maio os repasses do Fundeb somaram R$ 12.134.539,19, caiu para R$ R$ 10.154.943,20 em junho e diminuiu ainda mais no mês passado, com o município recebendo apenas R$ 9.759.609,77.

O vereador Deucimar Talon transformou-se em pedra no sapato do prefeito Alcebíades Sabino

Recurso para derrubar liminar que obriga investigação de irregularidades atribuídas ao prefeito de Rio das Ostras deverá ser impetrado segunda-feira

A determinação do juízo da 2ª Vara da Comarca de Rio das Ostras para que o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Alzenir Pereira Melo, o Nini, instale uma comissão de inquérito para investigar denúncias de irregularidades atribuídas ao prefeito Alcebíades Sabino dos Santos, poderá não ter efeito prático. É que um recurso contra a decisão judicial levada ao conhecimento dos membros da Casa na última quarta-feira, já estaria pronto para ser ajuizado. De acordo com uma fonte ligada à Câmara, isto poderá acontecer na próxima segunda-feira.

Timor se esforça para manter as contas em dia e Tarciso nem sabe quando pagará os salários dos servidores

...enquanto o bonito faz feio

Japeri e Paracambi são municípios vizinho e integram a Baixada Fluminense. O primeiro é o mais pobre da região é e chamado pelo vizinho de “patinho feio”, mas é na cidade com menos recursos que muitos paracambienses vão busca socorro médico e é a cidade e é dela que também surge um exemplo que o gestor de Paracambi deveria seguir. Japeri está com os salários e as faturas dos fornecedores e prestadores de serviços em dia, enquanto o “patinho bonito” não sabe nem quando vai quitar os vencimentos de julho, deixando os servidores na mão.