Andre Correa, Coronel Jairo, Luiz Martins, Chiquinho da Mangueira, Marcelo Simão, Marcos Abrahão e Marcos Vinícius são alvos da Operação "Furna da Onça"

 

Vinte e dois mandados de prisão e 40 de busca e apreensão estão sendo cumpridos na manhã desta quinta-feira (8) por agentes da Polícia Federal e procuradores da República. Um dos alvos é o deputado estadual André Correa (foto), candidato a presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Os mandados foram expedidos no dia 25 de outubro pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). Batizada de Operação "Furna da Onça", a ação de hoje é no âmbito da Operação Cadeia Velha, extensão da Lava Jato, que há um ano prendeu o então presidente da Casa, Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, que tiveram nova prisão preventiva decretada nesta nova fase.

Além de André Corrêa tiveram prisão temporária au torizada os deputados Coronel Jairo (Solidariedade), Luiz Martins (PDT), Chiquinho da Mangueira (PSC), Marcelo Simão (PP), Marcos Abrahão (Avante) e Marcos Vinícius Vasconcelos Ferreira, o Neskau (PTB). Também foram aprovadas as prisões do presidente do Detran, Leonardo Silva Jacob e de Anfonso Monerat, secretário do governo de Luiz Fernando Pezão. Entre os outros alvos, estão o secretário de Governo, Affonso Monnerat.

Também teve prisão decretada o deputado federal eleito Vinícius Farah, ex-prefeito de Três Rios e ex-presidente do Detran.

Os envolvidos são acusados de receberem propina mensal variando entre R$ 20 mil e R$ 100 mil para se posicionarem favoravelmente aos interesses do governo estadual e do ex-presidente da Alerj, Jorge Picciniai.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar