Eleitores de Aperibé, Iguaba Grande, Laje do Muriaé e Mangaratiba voltarão às urnas para eleger novos prefeitos e vices

 

As eleições suplementares para a escolha dos novos prefeitos e vices dos municípios de Aperibé, Iguaba Grande, Laje do Muriaé e Mangaratiba poderão ocorrer no dia 28 de outubro, data reservada para o segundo turno da votação para presidente da república, governadores, senadores e deputados. O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro solicitou autorização ao Tribunal Superior Eleitoral para que a escolha dos governantes municipais aconteça nesse dia. A escolha da data, segundo o desembargador Carlos Eduardo da Fonseca Passos (foto), presidente do TRE-RJ, foi pelo critério da economia de recursos públicos.

Feita na casa de uma pessoa que teria recebido cópias das gravações que revelam esquema montado para comprar voto de vereador na Câmara 

Paralelamente aos procedimentos do Ministério Público, a Câmara de Casimiro de Abreu vai analisar o pedido de abertura de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar a denúncia apresentada pelo vereador Leilson Ribeiro da Silva, o Neném da Barbearia, de que dois membros da Casa e um empresário que tem contrato com a Prefeitura lhe ofereceram R$ 100 mil para que deixasse de comparecer à sessão do dia 11 de abril deste ano, na qual as contas do ex-prefeito Antonio Marcos Lemos foram aprovadas. Estranhamente Neném só procurou o MP na última sexta-feira (13), mesmo dia em que aconteceu uma operação de busca e apreensão na casa de uma pessoa a quem, supostamente, o denunciante teria confiado as gravações, cujas cópias ele entregou à Promotoria no ato de seu depoimento.

Eleito para um mandado de menos de dois anos e meio, o novo prefeito de Rio das Ostras vai ser empossado às 19h desta segunda-feira (16) e uma grande expectativa se forma em torno de sua gestão. O ex-vereador Marcelino Borba, o Marcelino da Farmácia (foto), chega com a promessa de fazer uma limpeza geral da administração. Diz que não vai aliviar quem não trabalha e que será inflexível contra eventuais atos de corrupção. Quanto à promessa de que vai contratar "uma equipe técnica e profissional baseada no funcionamento de uma empresa privada", tem gente pagando para ver, pois é histórico o fato de que não se consegue governar sem fazer composições políticas na base da distribuição de cargos.

Ação desastrosa do "Homem da Mala" do prefeito pode acabar em perda de mandatos

 

Raramente encontrado em seu gabinete, o prefeito de Casimiro de Abreu, Paulo Dames (foto), deverá ficar ainda mais ausente. É que o escândalo da tentativa de compras de um voto decisivo para deixar seu principal adversário inelegível por pelo menos oito anos, deixando o caminho livre para seu grupo político tentar garantir o poder na eleição de 2020, explodiu como bomba no pé do governo, graças às trabalhadas de dois vereadores e do empresário Wendel Veloso, conhecido como Careca do Gás, agora apelidado de Homem da Mala. O esquema que consistiria no pagamento de R$ 100 mil ao vereador Leilson Ribeiro da Silva, o Neném da Barbearia, para este faltar à votação das contas do ex-prefeito Antonio Marcos Lemos foi denunciado ao Ministério Público e cinco áudios apresentados como prova. 

Neném contou ao MP que o prefeito Paulo Dames o receberia em Niterói para a entrega do dinheiro e que as conversas foram iniciadas pelos vereadores Rafael Jardim, Bruno Miranda e encerradas por um empresário

Um voto decisivo para reprovar as contas do ex-prefeito de Casimiro de Abreu, Antonio Marcos Lemos – analisadas no dia 11 de abril deste ano – teve o preço fixado em R$ 100 mil por um empresário que tem contratos com o município. Denúncia nesse sentido foi feita nesta sexta-feira (13) ao Ministério Público pelo vereador Leilson Ribeiro da Silva, o Neném da Barbearia (MDB), que entregou à Promotoria cinco arquivos de áudio com conversas entre ele, o presidente da Câmara Rafael Jardim, o também vereador Bruno Miranda e o empresário Wendel Veloso, o Careca do Gás, que confirmou a proposta, quantia que seria paga em um apartamento que o prefeito Paulo Dames mantém em Niterói. Em sua declaração à Promotoria de Justiça Neném afirmou que Careca assegurou que falava em nome do prefeito Paulo Dames e que ele próprio o levaria até ao apartamento de Dames, para que o valor fosse pago em espécie. O objetivo seria deixar Antonio Marcos inelegível por oito anos, para que o ex-prefeito ficasse impedido de voltar a disputar a Prefeitura em 2020.