Alexandre Cardoso, Nelson Bornier e Sandro Matos foram deputados antes de se tornarem prefeitos das três maiores cidades da Baixada Fluminense que, juntas, têm mais de 1,5 milhão de eleitores

Alexandre Cardoso, Nelson Bornier e Sandro Matos já exerceram mandatos parlamentar

Com a experiência de terem atuado como parlamentares antes de se tornarem prefeitos das três maiores cidades da Baixada Fluminense aliada ao conhecimento dos problemas de suas bases, Alexandre Cardoso (PSD), Nelson Bornier (PMDB) e Sandro Matos (PHS) deverão voltar a disputar mandatos de deputado em 2018. O primeiro, que governou Duque de Caxias até 31 de dezembro do ano passado, visa uma cadeira na Câmara dos Deputados, onde esteve a até ser eleito prefeito em 2012. Já Bornier deverá concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa e Sandro quer retornar à Brasília, onde cumpriu dois mandatos. Nas últimas eleições proporcionais por eles disputadas os três somaram mais de 300 mil votos. Alexandre registrou o total de 142.714 e Bornier 72.352 no pleito de 2010, enquanto Matos teve 88.951 votos em 2006.

Com cerca de quatro milhões de habitantes, a Baixada Fluminense tinha até a eleição do ano passado mais de 2,7 milhões de eleitores espalhados pelos municípios de Duque de Caxias (631.528), Nova Iguaçu (586.751), São João de Meriti (369.661), Belford Roxo (330.321), Magé (179.517), Mesquita (136.681), Nilópolis (133.918), Queimados (113.017), Itaguaí (90.523), Japeri (73.814), Seropédica (55.128), Guapimirim (40.406) e Paracambi (33.876). Com todo esse poder de fogo a região era para ter uma representação muito maior na Câmara dos Deputados e na Alerj.

A Baixada tem eleitores suficientes até para eleger um senador próprio, mas boa parte desses votos acaba sendo conferidos em favor de candidatos de fora, que só aparecem na região de quatro em quatro anos e nada contribuem para melhorar a situação numa região que continuar carente de tudo.

Comentários  

+1 #1 claudio 02-09-2017 13:20
Putz. Essa roda não roda. Sempre os mesmos .
A politica precisa se renovar...
Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar