Após passar os oito anos de seu mandato de prefeito de Resende (2009-2016) embarreirando as tentativas do ex-deputado estadual Noel de Carvalho retornar à Alerj, José Rechuan ao que tudo indica resolveu abraçar a candidatura de seu arquirrival, o que para muitos seria uma tentativa desesperada entre os dois políticos de evitar um abraço de afogados no cenário político da região Sul fluminense. O que corre aos quatro ventos é que a campanha de Noel não teria decolado e, em caso de derrota no próximo domingo, o veterano apostaria numa última tentativa de disputar a Prefeitura em 2020, atrapalhando os planos de Rechuan de recuperar a caneta de prefeito. O suposto acordo entre os desafetos deixou a população furiosa e poderá melar as pretensões políticas de ambos.

Os eleitores estavam com a pulga atrás da orelha com o desinteresse de Rechuan em disputar as eleições desse ano já que em 2014 ele jogou pesado na candidatura da esposa Ana Paula, que arrancou quase 40 mil votos e conseguiu uma suplência na Alerj, chegando a ocupar uma das cadeiras do legislativo estadual por mais de um ano.

Já Noel de Carvalho renunciou à própria candidatura e declarou apoio à candidatura de governador de Anthony Garotinho, derrotado na ocasião para o atual governador Luiz Fernando Pezão e declarado inelegível pelo TSE no último dia 27 de setembro.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar