"Viúvas" de denunciados por fraude, corrupção e compra de votos espalham noticias falsas nas redes sociais, vistas como "território de ninguém" pelos desprovidos de responsabilidade

 

"Sou candidatíssimo. Estou nas ruas e nas redes sociais pedindo votos e assim continuarei até o último dia da campanha. Não renunciei, não renunciarei e nunca pensei em fazer isso. Sou ficha limpa, não tenho nada a temer e quero sim trabalhar duro para mudar a imagem de nossa cidade, para que as pessoas de bem possam voltar a ter orgulho do lugar onde vivem e criam seus filhos".

A afirmação é do candidato a prefeito de Mangaratiba pelo PSDB, Alan Campos da Costa, o Alan Bombeiro, feita nesta sexta-feira (5) ao elizeupires.com, para esclarecer que "são falsas as informações que circulam nas redes sociais", dando conta de que teria desistido da candidatura. Sem atacar a ninguém, Alan externou preocupação com a situação em que o município se encontra e assegurou que, se eleito, vai cuidar da coisa pública "com honestidade, seriedade, competência e, principalmente, transparência".

Em 2015 o nome do município foi manchado em rede nacional pela corrupção instalada na gestão do prefeito Evandro Bertino Jorge, o Evandro Capixaba, que se encontra preso e cumpre uma pena de mais de 50 anos. Evandro foi substituído pelo então vice-prefeito, Rui Quintanilha, que em 2016 perdeu a eleição para Aarão Neto, cassado este ano por prática de crime eleitoral.

Aarão foi substituído pelo presidente da Câmara de Vereadores, Vitor Tenório, o Vitinho e Mangaratiba viveu um novo escândalo. Puco mais de um mês na Prefeitura Vitor foi afastado do cargo por determinação da Justiça, que também decretou sua prisão preventiva. Ele está foragido e a cidade está nas mãos de outro interino, o vereador Carlos Alberto Ferreira Graçano, que em novembro vai passar o governo para quem for escolhido no pleito suplementar marcado para o próximo dia 28 pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Hoje, há 23 dias da votação, observadores que acompanham a disputa de perto, tem a seguinte visão: sem espaço no grupo de Alan, ex-aliados dos afastados estariam buscando consolo em outros braços e o bombeiro acabou lançado no fogo das notícias falsas.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar