O ex-senador Lindberg Farias foi condenado ao pagamento de multa no valor de R$ 400 mil e pegou quatro anos de inelegibilidade, em decisão tomada pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A sentença se deu em ação por ato de improbidade administrativa no período em que Farias foi prefeito de Nova Iguaçu. De acordo com o processo ajuizado pela Promotoria de Tutela Coletiva – núcleo de Nova Iguaçu –, Lindberg realizou promoção pessoal, quando disputava a reeleição ao cargo em 2008 , "ao distribuir à população carente da cidade caixas de leite com o logotipo de sua administração, atividade controlada por meio de cadernetas pessoais, que traziam texto com referência ao seu nome", com uso de verba pública para distribuição gratuita do alimento.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar