Alguém precisa avisar ao governador Romeu Zema (foto) e ao comando da Polícia Militar de Minas Gerais que o estado é uma unidade da federal e como tal tem de respeitar a liberdade de expressão e a livre manifestação, garantias dadas ao cidadão brasileiro, gostem o governante e sua tropa ou não. Os responsáveis pelos blocos carnavalescos de Belo Horizonte foram avisados pela PM de que se continuarem com frases de efeito contra o presidente Jair Bolsonaro poderão ser presos. A corporação nega a censura, mas manteve o comunicado, alegando que objetivo do controle é evitar desavenças. E como mais uma justificativa saiu-se com essa: "o cidadão vai para o bloco por diversão e não por política". Então tá, né!

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar